Uma Thurman quebra o silêncio e divulga vídeo de seu acidente nos sets de Kill Bill

15 anos depois, vídeo mostra o grave acidente que a atriz sofreu por culpa de Quentin Tarantino.

Luide
Luide
5 de Fevereiro de 2018

Quando a onda de denúncias contra Harvey Weinstein começaram, diversos artistas vieram a público expor relações de abuso que tiveram com o produtor. Uma delas foi Uma Thurman. Há dois meses, ao ser questionada sobre o assunto, a atriz disse o seguinte: “Eu não tenho uma declaração bonitinha para você, porque eu não sou uma criança e eu aprendi que quando falo com raiva, normalmente me arrependo com a forma com a qual me expresso. Então eu estou esperando sentir menos raiva e quando eu estiver pronta, eu vou falar o que preciso falar.“.

E ela finalmente quebrou o silêncio.

A parceria de Uma Thurman com Quentin Tarantino começou em Pulp Fiction, e foi nessa época que ela conheceu Harvey Weinstein. Em uma entrevista ao New York Times nesse domingo (4), Thurman dá detalhes da relação abusiva que viveu tanto com Weinstein quanto com Tarantino e divulgou um vídeo que mostra um grave acidente que sofreu nos sets de Kill Bill.

No que diz respeito a Harvey Weinstein, o depoimento de Thurman vai de encontro com outras dezenas, expondo como o chefão da Miramax abusava de forma física e psicológica de várias atrizes. Uma suposta reunião era marcada e Weinstein aparecia apenas de roupão, tentando alguma coisa. Quando não conseguia, partia para a intimidação. Mas Thurman não baixou a cabeça, e desafiou o produtor dizendo “Se você fizer o que fez comigo com outras pessoas, você vai perder sua carreira, sua reputação e sua família. Eu te prometo isso“. A relação entre ambos passo a ter o mínimo de contato possível.

Eis que em 2001, durante o festival de Cannes, Thurman pediu para que Tarantino não trabalhasse com a Miramax e contou a ele o que Weinstein havia feito anos atrás. O diretor desconversou e segundo Thurman, pensou algo como “Harvey estava sempre tentando ter as garotas que ele não pode ter“. Mesmo assim, confrontou o produtor e também amigo, que acabou se desculpando com a atriz. Mas aí a relação entre Uma Thurman e Quentin Tarantino ficou fragilizada, e o diretor nunca mais a tratou do mesmo jeito.

É então que começa o histórico de abusos que a atriz sofreu durante as gravações de Kill Bill. Em uma cena que a Noiva dirige um carro, Uma Thurman pediu para não fazer, já que segundo a produção, o carro estava com defeito. Tarantino insistiu que ela fosse feita, e sem dublê.

Quentin veio até o meu trailer e não gostava de ouvir um não, como todo diretor. Ele estava furioso porque eu custaria muito tempo a eles. Mas eu estava assustada. Ele disse: ‘Eu prometo que o carro está funcionando bem.‘Chegue aos 65 km/h ou seu cabelo não irá ser soprado pelo vento da forma correta e eu vou fazer você gravar de novo.’ Mas eu estava numa caixa da morte. O assento não estava firme no seu local. Era uma estrada de areia e cheia de curvas

A atriz acabou batendo de frente com uma árvore. Veja o vídeo:

Uma Thurman não conseguiu o vídeo do acidente. Só agora, 15 anos depois, Quentin Tarantino pediu desculpas e enviou a ela o vídeo dos set. “Quentin finalmente se redimiu, certo? Mas agora não importa mais, depois do meu pescoço machucado permanentemente e meus joelhos ferrados […] Harvey me atacou mas não me matou. O que mais me doeu no acidente foi que tudo aconteceu por uma cena barata”.

Seja doador e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 25/01/2018

  • Luide

Mandy: o novo filme de Nicolas Cage com 100% de aprovação no Rotten Tomatoes

  • 23/01/2018

  • Luide

Quando (ou como) assistir aos indicados a Melhor Filme do Oscar 2018

  • 22/01/2018

  • Luide

A Forma da Água: o amor fantástico segundo Guillermo del Toro