Um review do livro Aparelho Sexual e Cia, o “kit gay” mostrado no Jornal Nacional

Afinal de contas, o que tem de tão absurdo nesse livro?

Luide
Luide
30 de agosto de 2018

Na última quarta (28) o candidato a presidência pelo PSL Jair Bolsonaro foi sabatinado no Jornal Nacional. Apesar dos números de audiência permanecerem na mesma, a entrevista repercutiu fortemente nas redes sociais. Não se fala em outra coisa, é como se a participação de outros presidenciáveis não tivesse acontecido. Muito disso se deve ao fato da figura de Jair Bolsonaro fugir daquilo que estamos acostumados a assistir: sempre um fingimento eleitoreiro e muita resposta morna. O candidato fala de suas convicção e diz aquilo que sua família no grupo de WhatsApp certamente gostaria de ter ouvido.

Mas o auge de sua sabatina foi a milésima citação ao “Kit Gay”, que supostamente seria distribuído nas escolas, o que não aconteceu graças a intervenção do deputado. Se esse livro chegou ou não nas mãos de crianças em idade pré-escolar ou se o MEC cogitou distribuir para “criancinhas de 4 anos” é uma dúvida fácil de tirar. Bastam 15 segundos de pesquisa no Google que você descobre. Agora o mais importante: do que se trata esse livro?

Aparelho Sexual e Cia é como chegou ao Brasil a hq francesa Le Guide du zizi sexuel publicado em 2001 pela francesa Helene Bruller. Destinado a crianças e pré-adolescentes entre 9 e 13 anos, a hq toca em temas que certamente você teve dúvidas quando nessa idade, como o primeiro amor e a descoberta do sexo. Aproveitando que o assunto está novamente em discussão, o canal Comix Zone resolveu fazer um review e mostrar todo conteúdo do livro que Bonner impediu Bolsonaro de mostrar.

Esse é o “kit gay”.
Próximo.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 13/02/2014

  • Luide

Motoqueiro Fantasma ou Daft Punk?

  • 12/02/2014

  • Luide

7 momentos de insanidades que dão ao Coringa o título de Maior Vilão

  • 06/02/2014

  • Luide

E não é que o Coringa virou papai?