Um bom balcão para compartilhar a solidão

Midnight Diner: Tokyo Stories é uma agradável série da Netflix.

Luide
Luide
5 de novembro de 2019

Dia desses descobri que Street Fighter II chegou ao catálogo da Netflix. Lembro de quando criança ser apaixonado por esse anime e esperar ansiosamente todo sábado por um novo episódio. Era uma tortura. Enfim, resolvi dar play no primeiro episódio só para testar minha memória afetiva. Continua divertido, mas uma lembrança forte pulsou: a forma como as animações japoneses contemplam a melancolia, o tempo, o ordinário. E isso acontece até mesmo em uma história onde personagens lutam contra sim por qualquer motivo.

Nos animes que cresci assistindo isso era quase uma regra. Aquela pausa dramática para ouvir um riacho ou simplesmente a cidade em movimento. As luzes, os carros, as pessoas com pressa… o simples se tornando poético. Lindo. Viver e trabalhar em um grande centro urbano é abrir mão desses momentos contemplativos, de imersão naquele ambiente. É por isso que essa abordagem narrativa sempre acaba mexendo comigo.

Longa introdução para falar sobre Midnight Diner: Tokyo Stories, uma série da Netflix que embora não pareça, transpira essa sensação de vazio que todas as cidades possuem. Mas ao mesmo tempo mostra a riqueza de histórias que se concentram nos mais inusitados lugares. Nesse caso, um restaurante que só abre a meia noite e atende os mais diversos tipos de clientes: do rei da comédia a uma ex-atriz de tokusatsu. O cardápio é simples e fixo, mas o chef improvisa sempre que possível. É assim que começamos a imersão.

É engraçado como os personagens parecem simples em um primeiro contato, sem muito o que dizer, mas em poucos minutos estamos completamente apaixonados por eles. São histórias do cotidiano, de uma vida de desencontros e esquecimento. Tudo isso acontecendo diante de um balcão… aliás, poucos lugares são tão convidativos para uma reflexão pessoal (e para o compartilhamento delas) quanto um balcão de bar.

Aqui no Brasil, beber sempre esteve associado a momentos felizes com os amigos. Uma mesa no bar cheia de gente. Aqui são poucos que vão ao bar para fugir e se esquecer. Para beber e sumir por algum momento. Para se dar ao luxo de conversar com um desconhecido, pois provavelmente ele está mais disposto a ouvir seus problemas do que muita gente próxima a você. Midnight Diner: Tokyo Stories tem essa magia: o que poderia acontecer no balcão de um restaurante às 3 da manhã?

Muita coisa.

Inspirado no mangá chamado Shin’ya Shokudō, sua primeira temporada é de 2016 com a segunda estreando agora em 2019 pela Netflix. Vale demais o play. São episódios curtos, sem conexão entre si, compartilhando apenas o lugar onde as histórias começam: o balcão daquele restaurante que parece tão acolhedor. Para os amantes da noite e que contemplam a melancolia de estar só em uma cidade com milhões de habitantes, Midnight Diner: Tokyo Stories é um excelente jantar para se acompanhar com um copo de whisky. Ou saquê.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 16/09/2019

  • Luide

Years and Years é a série dos derrotados

  • 12/09/2019

  • Luide

A Netflix se apoderou de Breaking Bad. E com razão

  • 04/09/2019

  • Luide

O episódio que mudou tudo