Turismo Macabro na Netflix é a série perfeita pra quem não quer largar tudo e viajar o mundo

Pra quem ainda não realizou o sonho de dar a volta ao mundo.

Luide
Luide
24 de julho de 2018

Você certamente já foi impactado por alguma notícia que exaltava a coragem de algum publicitário ou empresário que abandonou tudo e viajou o mundo. Ou então algum post provocador no instagram de uma blogueira dizendo que você só não conheceu mais 30 países até agora foi por falta de esforço e organização. Viajar é bom e todo mundo o faria se pudesse, mas a vida infelizmente coloca alguns obstáculos em nossa frente. Tipo sobreviver até o dia da sua aposentadoria. E depois continuar sobrevivendo.

Mas enfim, isso não significa que devemos fechar os olhos para a diversidade cultural que existe no mundo. Se você não vai até o destino mais procurado do verão, o destino mais procurado do verão pode vir até você. A infinidade de programas de viagens disponíveis nas TV a cabo (e agora no stories da blogueira) são um exemplo de como da pra conhecer vários lugares sentado no sofá. Uma pena não dar pra comprar alguns souvenirs, mas aí é culpa sua que não se esforçou demais, não é mesmo?

A Netflix quer uma parcela desse nicho de viciados em programa de viagens e lançou a série Dark Tourist (Turismo Macabro) que basicamente leva um jornalista aos piores destinos do mundo. Ou no mínimo estranhos…

David Farrier sai do conforto e segurança da Nova Zelândia para conhecer países onde o saneamento básico ainda está em debate, ou simplesmente se aventurar por lugares contaminados por radiação. Diversão garantida. No primeiro episódio, David vai até a Colômbia fazer o que chama de “narcoturismo”, uma espécie de visita guiada aos locais que ficaram marcados durante a vida de Pablo Escobar. Ele conhece um bairro que leva o nome do traficante e fica frente a frente com seu principal sicario.

Dali ele parte até o México para entender melhor o culto a Santa Muerte e por fim, participa de uma encenação de como é atravessar a fronteira com os EUA. Todos esses passeios podem ser feitos pelos mais corajosos ou aqueles que tratam outras culturas com um certo fetiche. Se você é desses que acha que tirar uma foto na frente da Torre Eiffel é coisa de deslumbrado, certamente vai se inspirar com Dark Tourist.

O bom humor do jornalista deixa tudo ainda mais bizarro e os 8 primeiros episódios são bastante divertidos de se acompanhar. Corre ver, é pra se sentir assinando novamente a TV a cabo.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 25/07/2018

  • Luide

Lutar pelo cancelamento de uma série antes mesmo de sua estréia é um caminho perigoso

  • 19/07/2018

  • Luide

O trailer constrangedor de Titans: quando a violência é pirulito na boca de criança

  • 13/07/2018

  • Luide

Uma luz de esperança ilumina o final de temporada em The Handmaids Tale