Tudo o que você faz importa

Como superar o sofrimento da vida.

Luide
Luide
13 de novembro de 2018

É fácil ser engolido por um estado de exaustão. Seu corpo até tenta te fazer levantar do sofá, mas sua mente está cansada, quer se desligar e sucumbir ao completo vazio. A sensação de que nada, absolutamente nada do que você fizer, caso resolva se levantar, servirá para alguma coisa. Que lá fora o mundo continuará girando mesmo sem sua inexpressível presença. Que ninguém sentirá sua falta nas mesas dos bares ou no almoço de família. Até mesmo as redes sociais ficam mais leves sem as suas opiniões.

Você está engolido por uma rotina. Faz as mesmas coisas todo santo dia e por fazê-las, já não vê sentido nas mesmas. É a frustração que toma conta. E ela pesa, por isso você segue imóvel no sofá.

Era uma quarta feira quando o celular despertou. Olhei para o relógio, olhei para o teto, olhei novamente para o relógio. Por que eu preciso levantar da cama? De novo? Trabalho? De novo? Foi então que recebi um vídeo de um seguidor do instagram, dizendo que se tratava de um “motivacional” que poderia me ajudar. Não existe nada mais cafona e ilusório que palavras motivacionais, mas as vezes é preciso se iludir até recobrar a consciência da realidade. Bom, o título do vídeo era um tanto revelador: “Como superar o sofrimento da vida“, mas o que me fez dar play era o nome de quem estava disposto a revelar essa superação: Jordan Peterson.

Nesse momento do texto você provavelmente fez alguma careta ou suspirou de amores, já que o professor de psicologia da Universidade de Toronto se tornou uma das figuras mais polêmicas da atualidade, colecionando amantes e detratores na mesma intensidade. Peterson ganhou fama a nível mundial após sua entrevista com a jornalista Cathe Newman da emissora inglesa Channel 4 viralizar nas redes.

Jordan Peterson até então um professor e escritor, se tornou símbolo para muita gente, já que suas opiniões contra o “politicamente correto” soam como música para uma parcela de homens que se sentem ameaçados pela ascensão do discurso de algumas minorias. Não quero aqui atacar ou muito menos passar pano para Peterson, até porque sinceramente isso não me interessa no momento, mas o fato é que seu vídeo me ajudou a racionalizar em um dos piores momentos da minha vida.

Como superar o sofrimento da vida” é um trecho de uma aula de Jordan Peterson onde cada palavra dita por ele teve um peso enorme naquele dia. Ali o professor diz coisas extremamente lúcidas, sem qualquer tom de motivacional e muito menos cafona. É apenas uma verdade: sofrer é o preço que pagamos por estarmos vivos e aceitar que ele é parte da vida é o primeiro passo.

Mas Peterson diz algo que realmente me pegou naquela manhã de quarta feira onde me sentia o maior dos inúteis. “Você quer ter uma vida com sentido? Então tudo o que você faz importa“. Tudo o que eu faço importa. Ao ir trabalhar eu estou sendo parte de algo. Algo me levantar da cama e ser uma boa pessoa estou sendo um reflexo para a minha própria filha. Minha família se orgulha dos meus feitos. Até mesmo esse texto pode importar pra alguém. Não é porque não somos importantes para uma ou outra pessoa é que deixamos de ser importantes.

Recomponha-se. Use o sofrimento para se tornar uma pessoa melhor. É difícil, todos nós sabemos, mas a segunda opção não me parece a melhor.

Tudo o que você faz importa. Lembre-se disso. E assista ao vídeo completo:

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 25/05/2018

  • Luide

Há cada vez menos motivos para se orgulhar de ser nerd

  • 24/05/2018

  • Luide

Hypebeast: quem são as pessoas que estão pagando milhares de reais em roupas

  • 23/05/2018

  • Luide

Levei 4 anos, mas finalmente parei pra ouvir o discurso do Criolo sobre a “Ascensão da Classe C”