The Wire sim é uma série policial. E você deveria assistir

Presta atenção, vem aqui, vamos conversar sobre The Wire

Luide
Luide
6 de julho de 2015

Caríssimo, se você acessa esse humilde site há algum tempo, notou que a principal missão desse que vos escreve é sempre indicar bons filmes e séries. O Amigos do Fórum é onde eu corro pra escrever sempre que vejo algo maneiro e merece ser compartilhado. Muita gente conheceu Breaking Bad, House Of Cards, Sons Of Anarchy e outras tantas depois de ler alguns textos ou tuítes eufóricos.

Sempre que alguém me pergunta “Luide, me indica uma série?” primeiro procuro descobrir o que a pessoa gosta ou está acostumada a ver. Não que eu seja um banco de conhecimento, mas sempre procuro falar das coisas que considero boas para as pessoas certas. Porém se hoje eu tivesse que te obrigar a ver uma série, ela seria The Wire.

The Wire foi exibida entre 2002 e 2008 pela HBO e é uma obra prima da TV. O drama policial trata das consequências do tráfico de drogas em uma cidade americana e é constantemente é considerada pela crítica especializada como a melhor série dramática já produzida pelas mãos humanas. O que faz de The Wire um absurdo de tão bom eu vou tentar explicar. Porque meu amigo, você JÁ PASSOU DA HORA de começar a ver.

Quando se ouve “drama policial“, logo se vem a mente as dezenas (ou centenas) de séries estilo CSI, repletas de detetives geniais, peritos em tudo e uma lei implacável contra o mal. Os vilões? Todos malvados prontos pra invadir uma delegacia e matar todos os policiais. Os crimes? Tão absurdos que deixariam até o Datena de cabelo em pé. Esses seriados mastigáveis mais parecem fantasias de um livro, já que em nenhum momento tem compromisso com a vida real, de como realmente é um departamento de polícia e o mais importante: quem são esses caras das ruas? Porque eles são o que são? Porque fazem o que fazem?

É ai que entra a obra de David Simon, que antes de The Wire foi jornalista e escreveu um livro sobre o dia dia do Departamento de Homicídios em Baltimore, cidade entre as 40 mais violentas do mundo e 3ª dos EUA. Guarde esse nome: Baltimore. Por que em The Wire essa cidade é o único protagonista.

Longe de ser uma série de ação, longe de ser uma série de gênios, longe das soluções rápidas e fácies, The Wire nos apresenta as várias faces da luta diária de um departamento de polícia em combater o tráfico de drogas e como essa luta tem impacto direto na sociedade. Ao contrário daquilo que estamos acostumados, a série em momento algum escolhe um lado e milita por ele. Então relaxa, você nunca irá presenciar algum discurso “esquerdista” ou “reacionário” com uma trilha sonora poderosa ao fundo. Longe disso, The Wire te convida para entrar dentro de uma história, por dentro das ruas e vielas de Baltimore.

Apesar de hoje The Wire figurar no topo de qualquer lista decente de Melhores Séries de Todos Os Tempos, a vida dos produtores não foi fácil durante os cinco anos que ficou no ar. Devido ao medo de cancelamento a cada ano, The Wire possuiu o formato de temporadas fechadas, com início meio e fim, mas com seu elenco e histórias principais retornando para o próximo ano. O que deveria ser uma pedra no sapato, se tornou a marca registrada de uma obra que teve tempo e paciência para contar diversas histórias em diferentes momentos e visões.

Do tráfico de drogas a educação americana, da politicagem a briga de gangues, The Wire passeia por gabinetes e guetos com os dois pés cravos na realidade. Por isso, muitas vezes você pode se entendiar com o dia dia de um policial, ou simplesmente ficar ao sol com os garotos das esquinas quando o movimento está fraco. Se você procura uma câmera frenética, policiais correndo, tiros pra todo lado, soluções milagrosas, o bem vencendo o mal, sinto muito, The Wire não é pra você.

The Wire é pra quem está disposto a conhecer aquele que pode ser o melhor roteiro já feito para uma TV. Pra quem está disposto a ver o mundo do crime, da política, da polícia e da população por diferente olhos. Pra quem está disposto a entrar na cabeça de vários personagens inacreditáveis de tão bons.

Você não irá viver surpresas, ninguém irá “explodir sua cabeça” com uma cena fodona. Relaxa que não tem plot twist nem gancho para o próximo episódio. Ah, também não tem trilha sonora tentando manipular seus sentimentos. Personagens caricatos? Tente na sala ao lado. Em The Wire você terá a chance de expandir seu cérebro viciado em séries como nunca, acredite, não existe nada hoje na TV que chegue aos pés. E garanto que nada do que você viu antes pode ser comparado.

Então, por favor: assista The Wire.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 28/08/2019

  • Luide

O macho no divã

  • 19/08/2019

  • Luide

Tão boa que nem parece Netflix

  • 31/07/2019

  • Luide

The Boys e a piada em que estamos inseridos