The Newsroom e fake news: a responsabilidade de publicar uma notícia

The Newsroom: assista antes das eleições.

Luide
Luide
17 de outubro de 2018

Você está cercado por informações e seus nervos estão a flor da pele. De repente algo surge na sua timeline e sem pensar você compartilha. Afinal de contas é alguma notícia que valida suas opiniões e agora finalmente a eterna batalha argumentativa está encerrada. Mas ai as coisas parecem tomar outro rumo: uma apuração mais detalhista mostra que não era exatamente aquilo e tudo não passou de um boato ou exagero. No calor do momento ou por pura impulsão você compartilhou fake news.

O termo que ganhou forças em 2016 durante a eleição de Donald Trump se tornou um jargão na boca (ou nos dedos) do brasileiro. É usado em tantas situações que perdeu o sentido. Se tudo é fake news, nada é fake news. E assim acreditar em absurdos conspiracionistas ou imagens feitas no paint se tornou uma espécie de regra, e estamos diante de algo inédito na história do país: uma eleição onde boa parte do eleitorado foi ou ainda é influenciado por mentiras.

A imprensa perdeu boa parte da sua credibilidade e vive uma crise moral. Para sobreviver, o jornalismo passou a ser pago e o internauta que já não gosta de ler, agora lê ainda menos graças ao acesso limitado a notícias. O terreno ficou fértil para gente mal intencionada, que usam desde blogs até grupos organizados em WhatsApp para “notificar” aquilo que lhes convém. Ninguém tem tempo para ter uma reportagem detalhada publicada horas (ou dias) após o ocorrido. É melhor compartilhar o mais rápido possível que a facada em Jair Bolsonaro é mentira ou que o esfaqueador é filiado do PT.

Mas lá em The Newsroom, série da HBO que ficou no ar entre 2012 e 2014, o jornalismo sério foi o fio condutor de uma belíssima história. Jeff Daniels é Will McAvoy, âncora do principal jornal de um canal fictício, que assim como todas as emissoras de TV no mundo, vive uma crise de audiência e vê o sensacionalismo cada vez mais brigando e tomando espaço da coerência.

The Newsroom é escrita por Aaron Sorkin, um mestre dos bons diálogos, que sabe como poucos embalar o espectador em sua dança. E um episódio em especial mistura todo o talento de Sorkin e o poder do jornalismo em uma cena inesquecível. Contextualizando: a notícia de uma congressista baleada chega até a redação. Os repórteres começam a apurar e Will entra ao vivo. De repente, alguns canais começam a noticiar a morte da congressista, mas não existe nada oficial. A cena se desenrola a partir dai.

Qual o papel do jornalismo? Informar ou buscar audiência?

Tudo isso ao som de Coldplay.

The Newsroom: assista antes das eleições.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 24/10/2018

  • Luide

Marvel e Netflix: as pessoas estão de saco cheio

  • 18/10/2018

  • Luide

Afinal de contas, qual é a jornada de Jimmy em Better Call Saul?

  • 15/10/2018

  • Luide

O jeito certo de se contar uma história