Talvez Chef’s Table possa mudar sua vida, assim como ajudou a mudar a minha

A joia rara da Netflix está de volta para mais uma temporada.

Luide
Luide
17 de abril de 2018

Minha infância no interior é marcada por momentos onde a comida era a grande protagonista. O churrasco do meu pai, o frango caipira refogado da minha mãe, os bolos de aniversário de uma tia, ou quando meu avô chamava eu e meus primos para irem até seu sítio colher milho e ter uma agradável noite de pamonha. Comer era mais do que uma necessidade: era tradição que carregava valores e fortalecia laços. Sabíamos do valor dos alimentos e como um simples prato de almoço podia dizer muito sobre nós.

Mas de repente o alimento deixou de fazer parte da nossa vida. Saiu a pamonha e entrou o Mc Donald’s, o churrasco deu lugar a steakhouse e aquele arroz com feijão quentinho foi substituído por um miojo, que é mais rápido e assim não rouba meu precioso tempo. A correria da vida adulta deixa o tempo escasso, e começamos a fazer cortes em nossa rotina. De uma forma inexplicável, é justamente o ato de cozinhar um dos que mais sofrem. Isso implica em um distanciamento cada vez maior do que significa comer e do poder dos alimentos. Todo resto é consequência.

Quando me mudei pra São Paulo em 2011 já estava morando sozinho há dois anos e meus hábitos já estavam mudando. Em pouco menos de 5 anos engordei 15 quilos e cheguei no auge do meu peso. Mas não dava pra falar em emagrecimento sem focar na causa: má alimentação. Mas o que é uma má alimentação? Onde estou errando? A resposta estava na minha frente, bastava puxar da memória minhas próprias raízes que tudo faria sentido. Mas estava tudo nebuloso.

Em 2015 estreou na Netflix uma série documental chamada Chef’s Table, dedicada a investigar filosofia de chefs renomados ao redor do mundo e mostrar que a comida pode ser ingrediente para obras de artes. Aquilo me fisgou. Apesar da minha cozinha jamais ter o requinte de uma francesa, a base de tudo era a mesma. Foi ali, assistindo aqueles chefs e suas declarações de amor ao ato de cozinhar que me fez lembrar de tudo. Daquele momento em diante percebi que precisava abrir menos embalagens e descascar mais alimentos.

Chef’s Table é uma joia rara no catálogo da Netflix. Criada por David Gelb, a série impõe uma poesia visual que conquista e nos transporta para um mundo de criatividade e inspiração. É disparada a melhor produção do serviço de streaming. Sua nova temporada foca na confeitaria e tem quatro novos episódios disponíveis.

Assista. Talvez ela faça algo acontecer em sua vida, assim como fez na minha.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 10/01/2019

  • Luide

O melhor já passou

  • 21/11/2018

  • Luide

O nerd de meia idade é o maior inimigo da She-Ra

  • 12/11/2018

  • Luide

Era melhor ter cancelado