Sua nostalgia custa caro pra Netflix

Pra manter Friends no catálogo, a Netflix teve que pagar US$100 milhões.

Luide
Luide
5 de dezembro de 2018

Não se fazem mais INSIRA AQUI QUALQUER COISA como antigamente“. Ao dizer essa frase você definitivamente ingressou na vida adulta saudosista, aquela que gasta mais tempo remoendo o que já passou do que aproveitando o que se tem. É o tipo de pessoa que propaga a maior mentira de todos os tempos, repetida por todas as gerações desde que o mundo é mundo: “no meu tempo era melhor“. Não era.

Mas quem diz isso jamais aceita ser questionado, e mesmo que por ventura descubra algo novo, sempre volta para o aconchego do passado. Afinal é um lugar seguro que transborda sentimentos que você não gostaria de esquecer. Com produtos da cultura pop isso ocorre o tempo todo. Rever um filme da infância resgata uma memória afetiva, rever séries te lembra de como era sua vida na primeira vez que assistiu e assim por diante. Mas essa nostalgia tem um preço e para a Netflix não foi nenhum pouco barato.

A notícia de que Friends iria deixar o catálogo do serviço de streaming caiu como uma bomba no colo dos fãs apaixonados que não se permitem viver sem a clássica sitcom. Uma onda de “protestos virtuais” cobravam uma posição da empresa, ameaças de cancelamento surgiram e assim por diante. Ou a Netflix mantém em seu catálogo a série que formou uma geração adultos que mais parecem adolescentes ou tudo viria por água abaixo. Ai a conta precisou ser paga.

Em 2014 a Netflix pagou cerca de US$30 milhões para adquirir os direitos de distribuição da série, mas agora, em 2018, ano em que Friends completa 24 anos desde sua estreia, precisou desembolsar cerca de US$100 milhões para a WarnerMedia. Isso mesmo: a Netflix pagou CEM MILHÕES DE DÓLARES por uma série que acabou em 2004. O acordo é válido para os EUA, no Brasil, ainda não existe nada oficial sobre a saída.

É nítido o desespero da empresa. A Netflix sabe que seu catálogo original não segura boa parte das assinaturas. Toda pesquisa feita para apontar as séries mais assistidas revela algo que não deve agradar boa parte dos investidores: a maioria não são originais. No mais recente levantamento de audiência divulgado pelo Hollywood Reporter, apenas duas séries originais figuram no TOP10 (Orange Is The New Black e Stranger Things). Grey’s Anatomy lidera por anos.

A Netflix precisa urgentemente de clássicos que façam o espectador rever a exaustão e criar esse apego que séries como Friends causam nas pessoas. Nesse sentindo, a produção em massa de séries e filmes não parece o melhor caminho, já que ninguém mais se lembra do que maratonou na semana passada.

Enquanto isso, pra manter sua assinatura e nostalgia em dia, a Netflix vem pagando caro. Muito caro.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 28/05/2018

  • Luide

Editar piada homofóbica em Chapolin é um erro bobo cometido pelo Multishow

  • 16/05/2018

  • Luide

Fátima Bernardes finalmente comenta a morte da TV Globinho: “morro de pena do Bob Esponja”

  • 02/05/2018

  • Luide

Qual é a maior vilã das novelas brasileiras? Conheça o Batalha de Vilãs