Quentin Tarantino sobre o acidente de Uma Thurman: “um dos maiores arrependimentos da minha vida”

Diretor da seu lado da história.

Luide
Luide
6 de fevereiro de 2018

“Harvey me atacou mas não me matou. O que mais me doeu no acidente foi que tudo aconteceu por uma cena barata”. As palavras de Uma Thurman em entrevista ao New York Time mostrou a grande ferida (tanto física quanto emocional) que a atriz carrega das filmagens de Kill Bill. Em seu relato, Thurman conta como Tarantino insistiu para que ela filmasse uma cena sem dubles e com um carro que, segundo ela, estava com problemas. O resultado foi um acidente grave.

Depois que a reportagem veio a tona, muitos fãs obviamente estavam esperando por uma resposta do diretor. E ela veio. Em entrevista ao Deadline, Quentin Tarantino disse o seguinte sobre a cena:

A ideia era colocá-la para dirigir entre 50 e 70 km/h, só para ter seu cabelo voando. Com as folhagens nas margens da estrada, ela dirigindo a 50 km/h pareceria 100km/h. Mas não haviam obstáculos, era uma cena simples. Entrei feliz no trailer dizendo que ela com certeza conseguiria fazer, que era uma linha reta, que ela não teria problema. E a resposta dela foi… ‘Okay’. Porque ela acreditava em mim. Porque ela confiava em mim. Disse a ela que não teria problema. Disse que a estrada era uma linha reta. Disse que ela estaria segura. E isso não aconteceu. Eu estava errado. Não a forcei a entrar no carro. Ela entrou porque confiava em mim. E porque acreditou em mim“.

Além disso, Tarantino admitiu que se irritou com Uma Thurman por ela se recusar a fazer a cena, mas não entrou no camarim para gritar com ela.  E completou:

Além de ser um dos maiores arrependimentos da minha carreira, é um dos maiores arrependimentos da minha vida. Por uma miríade de razões […] Isso afetou minha relação com Uma pelos próximos dois ou três anos. Não é como se tivéssemos parado de nos falar. Mas a confiança foi quebrada. Uma confiança quebrada após um ano de filmagens, depois de fazermos cenas muito difíceis. Depois de fazer manobras complicadas. Queria que ela fizesse o maior número de cenas possível e nós estávamos tomando conta dela e ela conseguiu fazer tudo. Ela não se machucou. E então, nos últimos quatro dias de filmagem, quando pensávamos que seria uma cena simples, ela quase morre“.

 Leia a entrevista completa.
Seja doador e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 03/07/2018

  • Luide

Viva eternamente preso em nostalgia graças a essa fanpage

  • 28/06/2018

  • Luide

Mandy: o terror que te fará ir ao cinema ver um filme do NICOLAS CAGE em pleno 2018

  • 28/06/2018

  • Luide

Está difícil voltar a acreditar no Universo DC nos cinemas