Quem diria que isso poderia acontecer…

Você apostaria suas fichas em Aquaman?

Luide
Luide
7 de janeiro de 2019

Ninguém aguenta mais debater o “futuro da DC” ou teorizar em cima de seus possíveis erros nessa jornada de tentar criar seu próprio universo compartilhado. Mas é fato que nas mãos da Warner os super heróis do selo sofrem para conseguir o lugar que tanto merecem. Se o Deadpool ganha o coração dos jovens, porque diabos o maior de todos, Superman, ainda pena?

É engraçado se debruçar nos argumentos. De um lado estão os detratores que atribuem a Zack Snyder todo mal causado, já que o diretor supostamente teria transformado o Superman em um louco que mata seus inimigos e com pouca vocação para ser o super herói que todos amam. Também culpam Snyder de fazer um filme bagunçado e cheio de marra, onde colocou o transtornado Superman pra sair na mão com um Batman ainda mais transtornado. E como esses dois filmes deram início ao Universo Compartilhado, os que vieram a seguir sofreram com o mesmo problema.

Já os fãs culpam o estúdio por podar a criatividade de Snyder e de outros diretores. Para eles, a Warner é o maior inimigo por não apenas demitir Zack Snyder em Liga da Justiça, mas também por outros erros como mudar o tom de Esquadrão Suicida de uma hora pra outra. E por ai vai. De todo modo, no meio desse debate pra nerd dormir, um certo personagem veio comendo pelas beiradas e hoje, quem poderia imaginar, é o grande protagonista da coisa toda.

Se há alguns anos eu te dissesse que Aquaman seria a maior bilheteria do Universo DC você acreditaria? Ou iria rir do cara que conversa com os peixes?

Pois bem. Se liga nesse print do site Box Office (que organiza a bilheteria de todos os filmes):

Aquaman é a maior bilheteria de um filme da DC desde Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, o que faz dele a maior bilheteria dessa tentativa de universo compartilhado. Quem diria que isso poderia acontecer, logo ele, o personagem que sempre foi alvo de todo tipo de zoação pelos civis não leitores de quadrinhos. E é bem provável que enquanto você lê esse texto, o filme chegue na casa do bilhão.

O mais engraçado é que esse sucesso todo da ainda mais voz para os dois lados do debate: os detratores insistem em dizer que Aquaman é bom por não ter o dedo de Zack Snyder, os amantes dizem que o filme é bom porque a Warner finalmente deu liberdade para um diretor. No fim das contas pouco importa, é a primeira vez que que ambos estão unidos, felizes e aproveitando um filme de super herói da DC Comics.

E é isso que importa.

E fico feliz em dobro pelo Jason Momoa.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 17/04/2019

  • Luide

Donald Glover quer te libertar

  • 16/04/2019

  • Luide

O spoiler já não existe mais

  • 03/04/2019

  • Luide

Empolgou