Quem diria: “Interstellar” de Nolan contribuindo para a ciência

Filme chega aos cinemas dia 06 de novembro

Luide
Luide
2 de novembro de 2014
 

Em outro post, falei sobre Nolan não ser um diretor comum, com os pés no maramo. E os recentes acontecimentos envolvendo seu novo filme, “Interstellar“, deixam isso ainda mais claro. Depois de colocar uma câmera iMAX no bico de um jato e explodir um ICEBERG na Islândia para filmar uma cena, Nolan e sua equipe estão, veja só você, contribuindo com a ciência.

Na trama de “Interstellar“, a Terra está a beira de um colapso, e um grupo de cientistas do que um dia foi a NASA, decidem partir em uma missão quase suicida, por dentro de um buraco negro, em busca de um novo lar. E para tentar deixar o filme o mais cientificamente plausível, Nolan buscou a ajuda do físico Kip Thorne, que dedica sua carreira a estudar os Buracos Negros e Buracos de Minhoca.

Kip Throne trabalhou ao lado da equipe de efeitos visuais, e desenvolveu cálculos para a criação de um Buraco Negro quase perfeito. Porém, ao final, Throne se surpreendeu com o resultado, e disse que o Buraco Negro de “Interestellar” realmente se parece com um real!

“não é licença poética, os Buracos Negros realmente se parecem com a imagem gerada pela equipe de efeitos especiais”

Agora com base nessa nova descoberta, Throne pretende publicar mais dois trabalhos científicos, baseados na mais nova visão de um Buraco Negro. Maneiro, né? “Interstellar” chega aos cinemas nessa quinta feira, dia 6/11!

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 09/08/2018

  • Luide

O que Viva, A Vida é Uma Festa nos ensina sobre pessoas com Alzheimer

  • 31/07/2018

  • Luide

Mais um erro Netflix

  • 26/07/2018

  • Luide

E se você tivesse que provar que não é um homem fácil?