O trailer constrangedor de Titans: quando a violência é pirulito na boca de criança

Aquele velho blá blá blá de "violência" e "série adulta".

Luide
Luide
19 de julho de 2018

Em Banshee, série do Cinemax que fez sua última temporada em 2016, a violência era parte do seu DNA. As lutas que tomavam conta de cada episódio eram emblemáticas, coreografadas e sempre honestas em sua proposta: entreter. Era uma violência visual, didática, com a intenção de imergir o espectador em um universo fantástico onde pessoas saem no soco por qualquer motivo.

Outro exemplo de série violenta foi Sons Of Anarchy, onde a crueldade daquele mundo onde os motoqueiros estavam inseridos era jogada em nossa cara o tempo todo. E mesmo que por muitas vezes certas cenas fossem intragáveis, tudo ali era contextualizado dentro do todo, onde a cena anterior e posterior àquele momento explícito completava a proposta.

Tudo isso pra dizer que a violência em si em uma série não é o problema, mas sim a forma como ela é posta. E mesmo que seja covarde julgar uma produção que sequer estreou baseado em seu trailer, é fato que a adaptação de Titãs para streaming começa errando. Nitidamente seguindo os passos das produções baseadas em quadrinhos voltadas para o público adulto. E olhando para as cenas exibidas nota-se que essa afetação de associar “visão adulta” a sangue e ossos quebrados é realmente uma regra e fator limitante quando se diz respeito à trama e roteiro.

Essa versão adultas de filmes heróis lembram um garoto de 13 anos atropelando todo mundo no GTA.

Apesar das origens d’Os Jovens Titãs nos quadrinhos pouco importar, ou seja, a série precisa ter liberdade criativa em adaptar as histórias, é um tanto confuso que a série tenha uma abordagem tão diferente do longa metragem em animação que estreia ainda esse ano. Apesar das plataformas diferentes, o público infanto-juvenil tem outra imagem desses super heróis. Do ponto de vista do marketing é uma bola fora.

O trailer pode ser visto abaixo:

Tudo é ruim. Da estética que tenta emular as séries Marvel/Netflix (formato que já está desgastado) até a caracterização, que mais parece um concurso de cosplay desses eventos de anime. A série estreará em 2018 no serviço de streaming da DC e somente o mais otimista dos nerds espera algum roteiro decente. Produção em escala industrial de super heróis.

Pra mim já deu há algum tempo.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 03/07/2018

  • Luide

A cena favorita de Bryan Cranston em Breaking Bad (e aquela que foi mais difícil de gravar)

  • 29/06/2018

  • Luide

The Vietnam War: uma das produções mais aclamadas dos últimos anos chegou na Netflix

  • 27/06/2018

  • Luide

Em meio a alta demanda de séries de tribunal, The Staircase se destaca de forma brilhante