O que eu sinto assistindo “Sons Of Anarchy”

Uma série que destrói qualquer alma

Luide
Luide
1 de setembro de 2014

Sons Of Anarchy foi de longe a série mais indicada por vocês, amigos do fórum. Sim, me encheram o saco com isso por mais de um ano, sempre que eu postava algo relacionado a “Breaking Bad“, por exemplo, aparecia um ou outro pra falar “ai nossa é porque você não viu SoA ainda“. Mas é isso, o tempo foi passando, eu fui sofrendo calado, até que no início de julho de 2014, a NetFlix trouxe as 4 primeiras temporadas. Agora não tinha mais desculpa, eu precisava assistir Sons Of Anarchy.

De fato, o começo de SoA pouco empolga até o momento que você percebe que “algo está acontecendo”. Na verdade não está, é você se familiarizando com um dos melhores elencos que já vi em séries, em uma sintonia tão perfeita que a primeira temporada não está nem na metade, e você já se sente parte da SAMCRO. É incrível como conseguem desenvolver tão bem tantos personagens, sejam eles parte do grupo, policiais ou vilões. Se você considera “Game Of Thrones” incrível pelo vasto elenco, espere só até conhecer SoA

O fato é que essa ligação emocional que desenvolvi ao longo de cinco temporadas (algo como Sopranos e Breaking Bad) tem seu preço. O roteiro da série da sustos atrás de sustos, e não se prende em clichês do “o último episódio será bombástico“. Na maioria das vezes, SoA engatilha uma sequência de 3 ou 4 episódios sufocantes, que te abalam de verdade. Em alguns (S05E01) você nem pisca.

É claro que nem tudo são flores, passei por uma TERCEIRA temporada totalmente entediante e previsível. Mas temporadas como a SEGUNDA, QUARTA e QUINTA servem pra tirar qualquer gosto ruim da boca. Essa pegada de família. Amigos. Grupo. Honra. É muito bem trabalhada. Tão trabalhada que você sente de verdade uma traição, e principalmente, uma morte. Em algumas eu quase desabei (S05E03). Em outras eu senti ódio de verdade. E pra falar a verdade, em alguns momentos de vingança eu senti uma certa realização pessoal.

Sons Of Anarchy não é uma série sobre motoqueiros badass que se envolvem em altas confusões. É sobre amizade, limites, ambições. Mexe com seu emocional, te afeta de verdade, e de quebra, te entrega um belo espetáculo. É divertida, engraçada, e sinceramente, apesar daquelas coisas que acontecem em todos os episódios, nunca deixa de surpreender. Dia 09 de setembro a SÉTIMA e ÚLTIMA temporada vem ai. Se vai difícil dar adeus a essa galera que conheci há pouco mais de dois meses, nem consigo imaginar como será pra vocês, velhos conhecidos…

Vida longa a SAMCRO!

UPDATE: leia o review final da série

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 07/05/2019

  • Luide

Seja a cabeça de uma galinha

  • 06/05/2019

  • Luide

Poder é poder

  • 29/04/2019

  • Luide

Tarde demais pra reclamar de Game Of Thrones