O despertar da medicina na incrível “The Knick”

Em sua primeira temporada, "The Knick" mostra que pode evoluir tanto quanto seu tema central

Luide
Luide
25 de novembro de 2014
 

O “teatro” do Hospital Knickerbocker: cirurgias são mais que simples cirurgias. São experiências compartilhadas

Nos acrécismos de 2014, acabei descobrindo uma das melhores séries do ano. E se não fosse por True Detective, eu já a carambava aqui como a melhor estréia (no mínimo). Ambientada na Nova York de 1900, “The Knick” é o apelido do hospital Knickerbocker (que realmente existiu), onde a trama da série se passa. Porém Knick é muito mais que uma série médica, ela vai além e pode até mesmo ser considerada uma série científica, de descobertas e superações tecnológicas.

Conhecemos a vida do Dr. Thackery (Clive Owen), que assim como grandes protagonistas, conduz a série com maestria. Aqui ele é mais que um típico “cirurgião genial” afinal, em 1900, é necessário ser mais do que isso, cruzar a fronteira de sua época para inovar, e trazer até o século XXI suas descobertas. Na direção dos 10 episódios da primeira temporada temos Steven Soderbergh, que abusa do uso de câmera na mão e da baixa iluminação, para criar um ambiente agoniante e hostil.

The Knick” também não fica presa a temas médicos. Racismo e o papel da mulher na sociedade são bastante abordados, porém é nítida sensação que 114 anos depois pouca coisa mudou… Ao menos, nossa medicina evoluiu, e o Dr. Thackery foi um dos responsáveis. Afinal, seu personagem foi baseado na figura histórica de William Stewart Halsted. ENFIM, chega de papo, vamos ao VLOG DO FÓRUM dessa semana!

The Knick: bisturi, por favor!

>>>INSCREVA-SE NO CANAL!

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 21/03/2019

  • Luide

O feio não tem conserto

  • 20/03/2019

  • Luide

Imaginação, forma + conteúdo

  • 06/03/2019

  • Luide

Você está pronto para ser um perdedor?