A Netflix não investiu US$ 8 bilhões pra você só assistir Grey’s Anatomy

Apesar do alto investimento do serviço de streaming em conteúdo original, 80% dos assinantes preferem os licenciados.

Luide
Luide
16 de abril de 2018

A Netflix descobriu com House Of Cards e Orange Is The New Black um mercado e tanto: criar suas próprias séries originais para conquistar e fidelizar assinantes. Desde 2013 essa vem sendo a principal frente do serviço de streaming, que atingiu o ápice em 2018 com US$ 8 bilhões em investimentos. O resultado é o número assustador de mais de 700 produções originais estreando até dezembro. Nenhum outro canal convencional consegue se aproximar disso.

Mas apesar do alto investimento a resposta do público está longe de ser positiva em relação a esse tanto de filmes e séries. A Netflix não divulga números, mas uma pesquisa realizada 7Park Data, encomendada pela Variety, mostra que 80% dos assinantes preferem produções não originais. No topo da lista reinam as sitcoms, com destaque para Friends e Grey’s Anatomy. Os números foram colhidos de usuários americanos entre 2016 e 2017.

A pesquisa ainda revela que 42% dos assinantes assistem majoritariamente conteúdos licenciados, e apenas 18% da preferência aos originais. Mas esse não é um problema apenas da Netflix, o relatório expõe o mesmo padrão de consumo nas concorrentes Amazon e Hulu.

Breaking Bad é a série dramática mais assistida na Netflix

No Brasil não temos nenhum levantamento parecido, mas da pra se ter uma ideia a partir da lista das séries mais consumidas na Netflix em 2017, divulgada pela própria empresa. Por aqui Grey’s Anatomy também reina seguida por The Walking Dead. Narcos é o produto original mais assistido. No top 10 apenas 4 são da Netflix.

No fim das contas, isso importa? Um pouco. A Netflix sabe como ninguém atrair marketing gratuito com suas produções originais. Um exemplo claro desse acerto são as propagandas engraçadinhas que todo mundo compartilha, inclusive o Amigos do Fórum. Tanta novidade também faz diferença, mesmo que no fim, as pessoas não consigam assistir 10% de tudo que estreia. Além do mais, séries consagradas são e sempre serão preferência de fãs antigos e as mais indicadas para iniciantes.

Mas o sonho da Netflix é ter um catálogo 100% original e global para não ter que esquentar a cabeça com licenciamentos ou investida de estúdios. Vale lembrar que no ano passado várias séries do grupo FOX deixaram a plataforma. How I Met Your Mother foi uma delas. E isso tipo de baixa que pode influenciar negativamente um assinante a cancelar o serviço, mas se ele estiver bem servido de produtos que SÓ tem na Netflix, ele poderia voltar a atrás na decisão.

Na verdade a pesquisa da 7Park Data não traz nada de novo sob o Sol. Em 2016 a pedido do The Hollywood Reporter, a empresa apontou o mesmo resultado e claro, Grey’s Anatomy no topo da preferência. No fundo, no fundo, é um blockbuster assim que a Netflix precisa, não de 700 produções em um espaço de 365 dias.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 11/07/2018

  • Luide

Prepare-se para cair na armadilha de Hannah Gadsby em seu stand-up imperdível na Netflix

  • 05/07/2018

  • Luide

É questão de tempo até sua mãe trocar a novela por La Casa de Papel

  • 15/06/2018

  • Luide

Assista ao primeiro gol de Copa do Mundo narrado por uma mulher