Mais um trailer… de mais um filme…

X-Men: A FêZZZzZzZzZ...

Luide
Luide
27 de setembro de 2018

Já cansei de dizer que assistir a um filme não é nem o começo muito menos o fim de uma experiência. É apenas o meio dela. Tudo começa no que chamamos de “hype“, aquela histeria coletiva de se portar como uma eterna criança prestes a ganhar um presente. Acompanhar a escalação do elenco, caçar imagens dos bastidores, vibrar com trailers, compartilhar com os amigos, fazer comentários acertados. Tudo isso é só o começo quando falamos da indústria dos blockbusters.

Mas nem mesmo o mais empolgado do fã tem empolgação suficiente para dar conta da grande oferta de filmes. A cada fim de semana temos um grande lançamento diferente, que no fim, de diferente não tem nada. Você cai na armadilha do hype uma, duas, três… dez vezes. Mas em algum momento aquele espírito otimista vai sendo dilacerado. Não, você não está ficando velho nem rabugento. A culpa não é sua.

Na verdade não existe um culpado, você está apenas calejado e a indústria não precisa mais do seu hype. A Fox divulgou o primeiro trailer de X-Men: A Fênix Negra, filme que passou por poucas e boas, inclusive por rumores de cancelamento. Suas filmagens e pós-produção ocorreram na mesma época em que a Disney negociava a compra do estúdio, o que tirou ainda mais a ilusão que teríamos um filme incrível dos mutantes depois de tanto tempo. O fã meio que jogou a toalha e já entregou nas mãos de Kevin Feige.

A parcela de pessoas que realmente estão empolgadas com mais um filme de super herói que não sei de lugar nenhum parece pequena, mas é bem provável que essa impressão venha do meio que estou inserido, meio esse que já não é mais o principal divulgador desses filmes. Talvez uma molecada mais nova, de cara limpa e sem muitas desilusões na carreira possa abraçar a ideia de A Fênix Negra.

Confesso me sentir meio fora da curva, não porque sou especial ou tenho gostos refinados. Mas é por simplesmente não sentir nada além de tédio ao assistir o trailer ou simplesmente não fazer ideia do que será esse filme ou de quem está nele. Quem é o diretor? Por que isso importa? Eu meio que desisti. A última vez que fui ao cinema em 2018 foi pra assistir Guerra Infinita. Sério.

Se você ainda guarda no fundo do seu coração aquele fervor otimista, pode assistir ao trailer de me dizer se empolgou ou não. Ou então fazer como eu e jogar a toalha.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 28/08/2018

  • Luide

De quantas teorias de Vingadores 4 vive um canal de cultura pop?

  • 22/08/2018

  • Luide

Athena nos salvou desse live action HORROROSO de Cavaleiro dos Zodíacos

  • 21/08/2018

  • Luide

Você separa o artista da obra? Com Kevin Spacey isso não aconteceu