Laerte-se é o primeiro documentário brasileiro original Netflix

Um pouco da vida de um dos maiores cartunistas brasileiros

Luide
Luide
2 de maio de 2017

Acho que foi por volta de 2010 que fui remanejado no meu trabalho e acabei caindo na biblioteca de uma escola municipal no Paraná. Pois é. Minha função era basicamente organizar livros e ajudar os alunos em alguma tarefa, coisa básica e simples, que me rendiam horas de total procrastinação. Nesse tempo livre, acabei encontrando uma HQ (ou livro) chamado “Deus segundo Laerte“.

Nesse ano, pela primeira vez em quase duas décadas, eu tinha me afastado completamente das Testemunhas de Jeová, que até então, era a grande influência religiosa em minha vida. Li o livro e acredito que foi a primeira vez que ri do “divino”, através daquelas charges. Foi uma ótima experiência, mas nunca mais ouvi falar do Laerte, até que, morando em São Paulo e o crescente ativismo na internet, ele meio que virou uma figura carimbada no meio.

Seis décadas, três filhos e três casamentos depois, Laerte Coutinho passou a se identificar como mulher.

Laerte-se é o primeiro documentário original Netflix no Brasil, e vai investigar o cotidiano de Laerte, um dos mais brilhantes cartunistas brasileiros, e como a transsexualidade é encarada por ele e por aqueles que o cercam. O primeiro trailer foi divulgado.

Laerte-se chega a Netflix dia 19 de maio.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 16/02/2017

  • Luide

O garotinho autista que aprendeu a se comunicar graças aos filmes Disney

  • 26/01/2017

  • Luide

Vencedor do Oscar, “O.J.: Made In America” é maior que a história de um ex-atleta

  • 24/01/2017

  • Luide

O garotinho autista que aprendeu a se comunicar graças aos desenhos Disney