Kanye West: o provocador que está de volta ao topo

Rapper iguala recorde de Beatles e Eminem com novo álbum.

Luide
Luide
11 de junho de 2018

Kanye West voltou ao twitter e em poucos caracteres foi manchete em tudo quanto é portal. Provocador por natureza, o sujeito sozinho conseguiu tirar meia internet do sério digitando apenas algumas palavras. É o tipo de pessoa que costumo admirar. Nada pode ser mais divertido que ver marmanjo se contorcendo na cadeira, se desestabilizando emocionalmente porque alguém diz “amar o Trump“.

E se Kanye já tinha tirado meia internet do sério ao apoiar presidente americano, tirou a outra metade durante sua entrevista ao TMZ, onde, segundo aqueles com interpretação de texto de uma criança, o cantor teria afirmado que a escravidão foi uma escolha. Claro que se você tira todo o contexto do seu raciocínio e não admite que no fim ele se expressou mal, é isso que você extrai. Mas tudo isso fez o nome KANYE WEST ficar nos trending mais uma vez, e o lançamento de ye coroou esse hype.

O álbum chegou ao topo da Billboard 200, feito que o artista conquista pela oitava vez consecutiva. Com isso, Yeezy se iguala aos Beatles e Eminem. Com apenas sete músicas, ye tem apenas 23 minutos e dura menos que algum episódio chato de alguma série chata da Netflix.

Mas tanto Kanye West quanto Eminem ficam em segundo lugar na lista quando o assunto é maior número de álbuns de hiphop no topo da Billboard 200. O rei da coisa toda ainda é Jay-Z com QUINZE. De todo modo, ye prova que as pessoas podem amar ou odiar Kanye, só não conseguem ficar sem ouvi-lo.

“O hip-hop foi a primeira forma de arte criada pelos negros livres. E nenhum deles tirou mais vantagem dessa liberdade que Kanye West”.

Chris Rock no evento de lançamento de ye.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 24/09/2018

  • Luide

Anatomy of a Killing: BBC da aula de jornalismo ao investigar vídeo viral

  • 19/09/2018

  • Luide

Isenção conveniente: artistas precisam se posicionar politicamente?

  • 11/09/2018

  • Luide

É sua atenção que define quem vive ou morre na internet