Hoje é o último dia de Sons Of Anarchy na Netflix. Relembre episódios marcantes

Luide
Luide
25 de julho de 2017

Como anunciado em abril, as séries da Fox/FX começaram a deixar a Netflix no começo desse mês de julho. E depois de adiar a remoção de um dos dramas mais queridos da última década, chegou a vez de Jax Teller dar adeus ao serviço de streaming.

Amanhã, dia 26 de julho de 2017, todas as sete temporadas de Sons Of Anarchy deixam o catálogo da Netflix.

Para aproveitar as últimas de Sons Of Anarchy na Netflix, que tal relembrar alguns momentos marcantes na série pra deixar sua cabeça desgraçada?

A morte de Donna e a vingança de Oppie.

Episódio The Sleep of Babies (S01E12) e NS (S03E13).

Talvez o primeiro grande soco no estômago em SoA, mostrando como Kurt Sutter não tem medo de ousar em seus roteiros, e frequentemente assustar o espectador com sua frieza. Donna foi uma personagem de uma temporada, porém, sua descontrução foi muito bem mostrada. A cena em que Tig atira em sua nuca é forte. Mas é claro, a vingança de Opie não seria deixada de lado.

Em um plot twist memorável no final da terceira temporada, Opie obriga Stahl a viver o terror que Donna passou. De tirar o fôlego.

O estupro de Gemma.

Episódio Albification (S02E01).

Mais uma vez frizando a frieza de Sutter em relação ao roteiro, a cena em que Gemma é estuprada por três homens, é uma das mais tristes da série. Além de jogar na nossa cara o quão cruéis podem ser os membros da Liga dos Nacionalistas dos Estados Unidos, mostra o quanto Gemma é uma personagem forte. Não existe hetero que não chora quando ela revela o que realmente aconteceu a Jax e Clay.

A morte de Opie.

Episódio Laying Pipe (S05E03).

A morte mais difícil de engolir nessa série. Opie é sem dúvidas o personagem mais queridos pelos fãs, justamente por sofrer na pele toda a irresponsabilidade do MC. Sua morte inesperada é um chute poderoso no estômago, e mais uma vez mostra o quanto Kurt Sutter não fica andando em círculos antes de um grande ato. O vídeo abaixo é emocionante, mostra a despedida do ator Ryan Hust das gravações.

O sofrimento de Otto.

O próprio Kurt Sutter encarna o personagem que mais sofreu nessa série (emocional e fisicamente). Otto é a personificação do MC que ele tanto protegeu, e o quanto isso lhe custou. O ápice da loucura do personagem, é quando ele arranca a própria língua e a cospe, assim ficando impossibilitado de prestar depoimento. A loucura encenada pelo maior dos loucos.

Damon Pope queima a filha de Tig.

Episódio Sovereign (S05E01).

De longe, a cena mais insana de SoA ao meu ver. Para vingar a morte de sua filha, Damon Pope queima a filha de Tig em uma cena que, mesmo após se acostumar com a brutalidade da série, fiquei terrívelmente chocado. A reação de Tig, implorando perdão, mostrou a fragilidade de um dos personagens mais doentes da série (porém muito querido). Pope mostrou ali não apenas ser um vilão praticamente intocável, mas como Kurt Sutter não poupa o espectador de sua loucura infinita.

Como já é de conhecimento, a saída das séries da FOX veio depois do canal não renovar o contrato com a Netflix, o que indica uma possível migração de Sons Of Anarchy, How I Met Your Mother e outras para o serviço Fox Play. Ainda não existe nada oficial a respeito.