Darren Aronofsky FINALMENTE revela significado de Mãe! e NINGUÉM PODERIA IMAGINAR

Aquele titulo sensacionalista, mas que na verdade é uma piada: todo mundo já sabia, cara!

Luide
Luide
11 de março de 2018

Mãe! foi uma das melhores experiências que tive no cinema em 2017. Trata-se de um filme claustrofóbico onde não se respira nem por um segundo. Existe um entretenimento um tanto estranho ali, mas que te faz ficar grudado até o fim. Você fica se perguntando o que acabou de assistir, mas bastam algumas minutos para fazer as conexões necessárias e perceber que tudo se trata de uma alegoria.

Só que por mais que seja uma completa loucura, Mãe! é uma alegoria um tanto óbvia. Convenhamos que não precisa ser nenhum gênio pra sacar isso, mas claro, não tira os méritos dos filme que não recebeu nenhuma indicação ao Oscar e deixou muita gente desolada.

Darren Aronofsky revelando algo assustador no SXSW: o significado de Mãe!

Mas eis que seis meses depois de seu lançamento, até minha mãe já sabe o significado de Mãe! (poxa o homem perde a costela e chega uma mulher!!!!), o diretor Darren Aronofsky revelou aquilo que ninguém poderia imaginar: o filme trata-se mesmo de uma alegoria bíblica, com Jennifer Lawrence representando a “mãe Terra” e Javier Bardem como “Deus”! Ele falou sobre seu filme no SXSW:

Eu queria fazer um filme sobre a mãe Terra e como tratamos a mãe Terra. Na minha opinião, a forma como nós tratamos a mãe Terra é incrivelmente desrespeitosa. Nós a saqueamos, estupramos e a chamamos de suja. É por isso que Jennifer interpretou a personagem como ela fez“. Sobre o personagem de Bardem ele também confirmou aquilo que ninguém suspeitava: “Eu olhei para a Bíblia e como o Deus do antigo testamento é retratado. Quando você pensa sobre esse Deus, se você não reza para ele, ele te mata. Que tipo de personagem faz isso? Para mim, foi sobre a interpretação da emoção humana“.

Aronofsky ainda falou sobre filmes vazios que parte do público clama, aqueles sem “ideologia” ou posições políticas: “A arte é sobre perturbação, especialmente hoje. Com toda a merda que se passa, não há desculpa para se fazer filmes vazios“.

Valeu! Agora podemos seguir em frente.

Seja doador e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 28/04/2018

  • Luide

Vingadores: Guerra Infinita é um espetáculo. É brilhante. E todos os elogios não cabem nesse título

  • 27/04/2018

  • Luide

Não, não precisávamos de uma sequência de Um Lugar Silencioso

  • 26/04/2018

  • Luide

O dilema de Venom: é vilão ou anti-herói?