Como Watchmen mexeu com o esgoto da comunidade nerd

O nerd é isso ai.

Luide
Luide
12 de dezembro de 2019

Quem ainda acredita em “orgulho nerd” e outras frases de efeito feitas para vender camisetas e ingressos de eventos, está no mesmo nível de conexão com a realidade que a pessoa que se “orgulha” de ser nerd. Esse papo furado que não podemos julgar toda uma comunidade por algumas maçãs pobres também já perdeu o prazo de validade. A grande verdade é que o nerd, a comunidade nerd e toda essa papagaiada de adultos que se recusam a crescer é, por padrão, idiota.

Eu sei que dói ler isso. Você, no alto dos seus 35 anos, acredita cegamente que ser nerd te transformou em um ser superior. Afinal de contas, chegar nessa idade e não ter nada sólido pra se agarrar deve ser cruel. Por isso, acreditar que por ter lido meia dúzias de gibis te faz melhor que um adolescente que assistiu Vingadores nos cinemas é a última coisa que te resta. E tá tudo bem, cada um se ilude com aquilo que te faz bem.

Não tem problema algum em agir assim dentro do seu quarto, o grande problema é quando você usa de produtos culturais para promover seu jeito reacionário de olhar para o mundo. E se por um lado a gente precisa lidar com pessoas vacinadas saindo do sério porque a Netflix resolveu fazer a porcaria de um remake de algum desenho besta da década de 80, por outro, é satisfatório ver o esgoto mental da comunidade nerd transbordando quando Damon Lindelof toca na ferida.

Watchmen não é a grande série de 2019 por ser a melhor série de 2019. Watchmen é a grande série de 2019 por mostrar exatamente o que é o nerd, esse ser louvado e aclamado: um sujeito preguiçoso, infantil e com claras pitadas de ódio contra determinadas minorias. Não é por menos que uma única série tenha tirado tantos “fãs” do sério. Não da pra dizer que Damon Lindelof e todos os envolvidos na produção de Watchmen foram genais na forma como usaram de um clássico para expor a problemática dessa turminha.

A Sétima Cavalaria nunca fez tanto sentido. A máscara do Rorschach sendo usada por supremacistas brancos nunca fez tanto sentido. No fim, é incrível como o grande vilão da série se trata do suposto fã de Watchmen. Quando mais você pensa no que foi arquitetado pelo roteiro, mais sentido ele faz. Quanto mais você pensa no episódio que deu ao Justiça Encapuzada uma origem, mais genial e provocativo ele fica.

Lembra de quando o personagem é interrompido pelo Capitão Metrópole? Quando ele está prestes a denunciar que supremacistas raciais irão provocar mortes? Mas os super heróis estão mais preocupados com raios cósmicos? Quer maior referência ao que se tornou a cultura nerd do que isso? O cidadão que não consegue fazer nenhum outro tipo de análise do que lê além do “a roupinha está diferente“.

Watchmen jogou o esgoto em nossa cara. E nenhuma outra obra teria tanto poder para tal que essa de Alan Moore. Não consigo imaginar homenagem e respeito maior do que isso. O cheiro de merda invadiu o palco, os podcasts e os canais do youtube. Esse é o nerd.

Obrigado, Watchmen.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 07/10/2019

  • Luide

A série que você provavelmente não irá assistir, mas pode te ensinar muita coisa

  • 16/09/2019

  • Luide

Years and Years é a série dos derrotados

  • 12/09/2019

  • Luide

A Netflix se apoderou de Breaking Bad. E com razão