A cena favorita de Bryan Cranston em Breaking Bad (e aquela que foi mais difícil de gravar)

Duas cenas memoráveis de uma série memorável.

Luide
Luide
3 de julho de 2018

O dia 20 de janeiro de 2018 marcou os dez anos da estreia de Breaking Bad na televisão e parte dessas comemorações será um painel especial da série na San Diego Comic Con, com membros do elenco e a presença do criador Vince Gilligan. Em uma espécie de esquenta, a EW dedicou sua capa a Breaking Bad e promoveu uma reunião antecipada. Muitas fotos, vídeos e entrevistas e entre esse monte de material para fãs, acabou rolando de Bryan Cranston revelar qual sua cena favorita em toda a série.

Dead Freight é o quinto episódio da quinta temporada, marcado por uma das cenas mais pesadas em todos os 62 episódios. É ali que Todd saca sua arma e atira em uma criança após ela testemunhar o assalto ao trem. Nesse momento, Todd que surgia apenas como um garoto curioso afim de seguir os passos de Walter, se mostra um verdadeiro monstro e que mais tarde seria o maior dos problemas que o protagonista enfrentaria.

O interessante nesse episódio é justamente notar que Jesse Pinkman, após vivenciar diversas atrocidades ao lado de Walter, finalmente se quebra. Depois desse incidente ele nunca mais seria o mesmo e da pra dizer que foi graças a esse ato de Todd que sua relação com Walter se rompeu pra sempre, resultando em toda a tragédia que viria acontecer.

Bryan Cranston deu um show na resposta:

Todas essas coisas tinham que dar certo e realmente deu certo! Foi fantástico! Eu me lembro dos personagens comemorando euforicamente ao saquear o trem. Um momento depois, uma vida inocente é apagada quando aquele garoto na motocicleta acaba de aparecer. Ele está apenas lá. E como Jesse e Walt estão tentando descobrir: “Que merda, o que fazemos?” O personagem de Jesse Plemons apenas levanta uma arma e atira nele. E foi como “Oh meu Deus!” Era uma narrativa tão bem construída: Ok, você quer experimentar grandes coisas com o Walter White? Você quer estar nessa viagem de trem com Jesse Pinkman? Aqui está essa alegria para você, audiência. Porém, essas são as repercussões dos negócios em que eles fazem. Isso é o que acontece quando você esquece que há moralidade conectada e consequências para cada ação. Foi tão incrível” – WOW!

Vale lembrar que há alguns meses em entrevista ao People TV, Cranston também revelou qual foi a cena mais difícil de gravar: a morte de Jane no episódio Phoenix (S02E12). “Walt assistindo Jane morrer foi provavelmente a cena mais difícil para eu gravar, emocionalmente. Pois, temporariamente, eu vi a imagem da minha própria filha surgir no rosto dela, tomar o lugar da Krysten Ritter, e então rapidamente desaparecer” disse o ator.

É difícil apontar seu momento favorito ou a melhor cena em Breaking Bad, mas Bryan Cranston escolheu dois dos melhores.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 17/10/2018

  • Luide

The Newsroom e fake news: a responsabilidade de publicar uma notícia

  • 15/10/2018

  • Luide

O jeito certo de se contar uma história

  • 08/10/2018

  • Luide

House Of Cards e sua desnecessária última temporada