Breaking Bad 10 anos: os 10 episódios essenciais da série

Uma lista de 10 episódios essenciais de uma série essencial.

Luide
Luide
20 de janeiro de 2018

Série pra merecer o título de ‘excelente’ não pode ter episódio ruim. Dito isso, de tudo que vi até hoje, apenas quatro obras conseguiram ser impecáveis do início ao fim. Breaking Bad foi uma delas. Os 62 episódios criaram um arco narrativo tão perfeito que fica difícil até mesmo escolher os melhores. Antes de tudo, quero deixar claro que não tenho uma lista de “melhores” de Breaking Bad justamente por entender que todos são fundamentais para criar a jornada de Walter White.

Mas como todo mundo adora uma lista, resolvi fazer o seguinte teste: sentar na frente do computador e listar os 10 primeiros episódios que vieram na minha cabeça. Então essa lista nada mais é que um fã relembrando a série, com o coração quente de tanto afeto que tem por ela.

S01E01: Pilot


Um deserto. E de repente, uma calça cai lentamente pela tela. Breaking Bad nos era apresentada e a TV ganhava sua última obra prima. É o típico piloto que nos conta tudo aquilo que precisamos saber sobre a série, e Vince Gilligan da um spoiler do que será a tragédia de Walter White quando, em seu trabalho como professor, ele nos da uma aula sobre química: “[…] Elementos. Eles se combinam e se transformam em compostos. Isso faz parte da vida, certo? É uma constante, é o ciclo. “É solução, dissolução, infinitamente. É crescimentodeclínio e transformação”.

PLÁU!

S02E06: Peekaboo


Aqui Breaking Bad nos mostra um lado frágil de Jesse Pinkman, personagem que ao longo da série seria dilacerado pela ambição de Walter. O traficante que na verdade não passa de um garoto deslumbrado com o que achava ser “a vida do crime”, é exposto ao lado mais cruel de seu negócio: uma família destruída pelas drogas e um garotinho. Mais tarde o paralelo seria simples: Jesse é o garotinho, e os pais são Walter. O fim de tudo você já sabe.

S02E08: Better Call Saul


Criado por Peter Gould, o advogado mais querido da televisão é apresentado depois que Badger cai em uma armadilha do DEA. Aquele típico humor característico de Breaking Bad acompanha todo o episódio, e é um clássico exemplo dos planos mirabolantes de Walter para evitar ser descoberto. Saul Goodman foi uma adição e tanto para a série, e seu personagem tragicômico foi tão bom que ganhou um spin-off só pra ele.

S02E09: 4 Days Out


O brilho de Breaking Bad sempre esteve em episódios simples e com pouca ação. 4 Days Out é de longe um dos melhores em toda a série por explorar diretamente a relação entre Walter e Jesse, professor e aluno, mestre e pupilo. Os dois principais personagens da série isolados em uma aventura, com momentos de drama e humor se misturando a um dos momentos mais inspiradores de Breaking Bad.

S02E10: Over


Esse é mais um episódio essencial para entender Walter White: ele sempre se sentiu inferiorizado e humilhado, um homem sem poder e que ninguém respeita. Aqui temos uma festa na casa do protagonista, que fica bêbado, e vê Hank passando por cima de sua autoridade em relação a criação dos filhos (nem mesmo dentro de sua própria casa Walter é visto com respeito). O episódio encerra esse pequeno arco com Walter em uma loja deixando Heisenberg aflorar, e deixando aquela clássica frase “stay out of my territory“.

O mundo do tráfico era onde Walter poderia exercer alguma autoridade. E isso é essencial para se entender sua jornada de queda.

S04E10: Salud


Esse é aquele episódio que o Gus vai lá e mata Don Eladio daquele jeito que só Breaking Bad poderia fazer. Mas em Salud temos um dos momentos mais doces da série (e ao mesmo tempo triste) envolvendo Walter e seu filho. O protagonista havia levado uma surra de Mike e estava certo de que iria morrer pelas mãos de Gus. Quando Walter Jr. vem visitar o pai, ambos tem uma das conversas mais pesadas em toda a série: Walter fala das memórias que cultiva de seu falecido pai, e pensa nas memórias que deixará para o seu filho. Seu choro é real e ali temos uma certeza: Walter poderia ter evitado sua própria tragédia.

Mas era tarde demais.

S04E11: Crawl Space


Episódio desesperador, angustiante, colocando o espectador mais uma vez diante de uma situação impossível. Walter, o intocável, viu seu poder de estar sempre a frente de tudo e de todos ruir nessa quarta temporada. A cena final em que ele descobre que Skyle usou seu dinheiro para silenciar Ted é pra enlouquecer qualquer um. Sua risada de desespero enquanto a câmera foi um dos momentos mais traumáticos na série. Me lembro de terminar Crawl Space suando e tremendo.

S05E16: Felina


Eu fiz por mim mesmo. Eu gostava“. Pronto. O arco se fechou. Entendeu agora?

S05E14: Ozymandias


Todos nós sabíamos onde essa história nos levaria, mas ninguém estava preparado para isso. Aquela que talvez seja o episódio mais difícil de Breaking Bad dilacerou todo mundo que acompanhou essa jornada ao longo de 5 anos e mostrou que Walter, apesar de tudo, sempre foi um monstro. É impossível não rever esse episódio e torcer para que Hank sobreviva.

S03E11: Fly


Walter e Jesse no episódio mais marginalizado da série, porém, um dos mais brilhantes. Entender a mensagem de Fly é entender Breaking Bad: a série sobre um cara que deixou a frustração o dominar. Ali Walter se desarma em um momento raro da série, e admite que poderia ter parado em algum momento. Episódio tão bom e importante que tem um texto só pra ele aqui no site: Por que “Fly” (aquele da mosca) é um dos episódios mais importantes de Breaking Bad.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 13/07/2018

  • Luide

Uma luz de esperança ilumina o final de temporada em The Handmaids Tale

  • 12/07/2018

  • Luide

Steven Universo mostra que talvez as coisas não eram melhores no seu tempo

  • 09/07/2018

  • Luide

The Handmaid’s Tale está se tornando uma série insuportável de assistir