Assistindo The Wire você pode entender os conflitos de Baltimore

Quando uma cidade é a protagonista em uma série

Luide
Luide
8 de maio de 2015
 

Em abril um homem negro que foi gravemente feriado durante uma detenção em Baltimore, EUA, acabou morrendo. Uma série de protestos surgiram na cidade que chegou a declarar toque de recolher e fez com que o governador pedisse ajuda a guarda nacional. Em duas semanas de protestos mais de 500 pessoas foram presas.

Baltimore está entre as três cidades mais violentas dos EUA (entra as 30 do mundo) e possui cerca de 600 mil habitantes. Baltimore é a cidade que David Simon, escritor e repórter policial, escolheu pra situar The Wire, considerada pela crítica especializada como a melhor série de todos os tempos.

The Wire e foi uma bomba atômica que espalhou seu elenco em praticamente todas as séries que você conhece

The Wire é um drama da HBO exibida entre 2002 e 2008, que nunca ganhou o prestígio do grande público e muito menos estatuetas de importantes premiações. Ao contrário de The Sopranos e Breaking Bad que conquistaram ambos, The Wire penou para conseguir chegar até sua quinta temporada, já que a cada ano a incerteza do retorno batia. Tanto que seus arcos são fechados, mesmo sendo uma história única. Talvez tenha sido isso o grande mérito dessa obra prima da TV, que assim pode explorar diversos pontos de uma cidade chamada Baltimore, entrar em suas veias e revelar seus segredos não tão íntimos.

The Wire não é sobre policiais, não é sobre crime, drogas, traficantes, assassinatos. É sobre Baltimore, a cidade que voltou a ser notícia na tv após os protestos anti racismo que em pleno ano de 2015 ainda são necessários. Porém quando você olha para as imagens do confronto entre cidadãos e policiais, imagina ser algo comum para um país como os EUA, mas basta algumas temporadas de The Wire para você passar a entender um pouco do que acontece por lá.

Apesar de ser uma série para tv, o conflito entre ficção e realidade é enorme. The Wire é até hoje motivo para debate em diversas faculdades, se tornando uma espécie de estudo de caso das questões sociais. Porque The Wire é tão importante para entender a situação de Baltimore (ou até mesmo a decadência do sonho americano) somente a produção da série pode revelar.

A Escuda“: a vida policial às vezes é puro tédio

Quando eu digo que The Wire não agradou o grande público, é porque não agradou mesmo. Acostumado com a papinha de clichês que alimenta bem e faz passar o dia, eles não querem shows que não criem personagens heroicos, detetives geniais e vilões que mais parecem ter saídos dos quadrinhos. David Simon tirou isso de The Wire, então, a papinha passou a ter um gosto amargo.

Quando a história é mais importante que o protagonismo ou melhor, mais importante que a audiência, ela flui em outro ritmo. A série coloca a cidade de Baltimore a frente de seus personagens, todos ali, do chefe de polícia até o mendigo viciado, são apenas partes parte do jogo. Um jogo sem vencedores ou derrotados. Em The Wire ninguém é grandioso, ninguém está acima de Baltimore.

The Wire não milita a favor de ninguém, não faz apologia a nada e muito menos quer esfregar na sua cara o quão degradante e sujas as ruas podem ser. Ou até onde via a corrupção do sistema. A série existe apenas para contar uma história, se você aceitar o convite, estará dentro de um dos mais belos e inteligentes roteiros que existem. Não, não sou eu que acho isso, é um fato.

Ao passar dos anos a série passou a ter um reconhecimento, afinal, se estamos na “Era de Ouro da TV“, porque uma das maiores jóias seria deixado de lado? Daqui alguns anos vão olhar pra trás e perceber que assim como Baltimore não mudou e permance igual, a tv também não aprendeu com The Wire. A polícia branca ainda entra em choque com os habitantes negros da cidade e a papinha do básico ainda é servida na tv.

E como da audiência…

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 16/09/2019

  • Luide

Years and Years é a série dos derrotados

  • 12/09/2019

  • Luide

A Netflix se apoderou de Breaking Bad. E com razão

  • 04/09/2019

  • Luide

O episódio que mudou tudo