E lá vem a Netflix com mais uma ótima série documental…

Abstract: The Art of Design prova a mão acertada da Netflix para séries documentais

Luide
Luide
10 de fevereiro de 2017

Em se tratando de série dramática, a Netflix ainda não possui nenhuma obra prima. Era pra ser House Of Cards, mas entre tantas escorregadas, ficou difícil pra Frank Underwood se sentar ao lado do grande panteão da televisão com Sopranos, The Wire, Mad Men, Breaking Bad e mais três ou quatro produções televisivas. Pro ótimo se tornar excelente ainda existe um longo caminho, e nem todas conseguem chegar.

De todo modo, quando o assunto é série documental, a Netflix vem dando um banho de originalidade e temas. E todas nascem no silêncio, com poucos holofotes, mas se provam as melhores coisas feitas para o serviço de streaming.

Making A Murderer, Chef’s Table e Cooke são as três melhores coisas feitas pela Netflix

Making A Murderer chegou quieta e se tornou um sucesso cultural inacreditável, já Chef’s Table segue um produto quase underground. E tem Cooked, que muda a vida de 9 em cada 10 pessoas que assistem (fonte: Amigos do Fórum).

A mais nova produção original é Abstract: The Art of Design, que em alguns aspectos, lembra bastante Chef’s Table e sua obsessão por aqueles que transformam o ato de cozinhar em poesia. Abstract vai atrás de artistas e suas realizações: uma designer gráfica, um ilustrador, um fotógrafo, um designer de tênis, outro de automóveis, outra de interiores e um arquiteto.

A ideia é mostrar o processo de concepção que existe em praticamente cada item do nosso dia a dia, de sapatos a prédios inteiros. Por se tratar de uma série documental, Abstract é um convite para o espectador se aventurar em universos imaginativos e conhecer mentes criativas.

Inspiração e ousadia. Arte, arte e arte.
Abstract: The Art of Design já está disponível na Netflix.

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 06/09/2018

  • Luide

Será que os novos Ursinhos Carinhosos vão estragar sua infância?

  • 06/09/2018

  • Luide

Quer uma série nova pra assistir? Comece pelas velhas

  • 29/08/2018

  • Luide

É com melancolia que me despeço de Mr. Robot