3 filmes baseados em histórias reais que salvaram 2013

Luide
Luide
16 de janeiro de 2014
 

Se você achou que 2013 dependeria das adaptações de histórias em quadrinhos, de contos da Terra Média ou futuros distópicos para ser lembrado daqui algumas gerações, sinto dizer que foi graças a vida real que o cinema encantou nesse ano que passou. Após uma maratona com filmes baseados em casos reais, resolvi compartilhar com vocês a experiência. Então vamos a 3 filmes que você PRECISA ver com uma certa urgência.

Capitão Philips

Em 2009 o comandante do cargueiro Maersk Alabama, Richard Phillips, foi sequestrado por um grupo de piratas da Somália na região chamada Chifre da África. A história virou um livro e o livro virou um filme. Capitão Philips é ação pulsante e mesmo você provavelmente sabendo do final da história, a tensão continua a mesma. Muse, o pirata chefe, é o que talvez seja o vilão mais aterrorizante de 2013, e uma das melhores coisas do filme é perceber a gigantesca diferença entre os americanos capitalistas bem alimentados e os somalis desnutridos que sonham em viver no conforto que somente os dólares americanos podem oferecer.

E mostrar que ao contrário de Philips e a maioria dos americanos, Muse não tem muitas opções de carreiras a seguir…

Rush

A rivalidade entre o austríaco Niki Lauda e o britânico James Hunt contata em um filme de fotografia belíssima e uma forte carga romântica. Rush é um filme de esporte tão bem construído que você até se esquece que aquilo é sobre dois pilotos de F1. A atuação de Daniel Brühl como Lauda é impecável e quando ele dividi a cena com Chris Hemsworth você se pega pensando “se isso que foi mostrado for 1% da realidade, já tá valendo“. Rush é um filme pra você torcer, conhecer uma histórica rivalidade e ver folhas voando ao vento quando uma Ferrari passa pela curva. Voltando ao início do texto: culpa da belíssima fotografia do diretor Ron Howard.

12 Anos de Escravidão

Talvez o melhor filme que vi de 2013 (não o meu favorito), ele conta a história do negro livre Solomon Northup, que após ser sequestrado em Washington, D.C é vendido como escravo para os campos da Louisiana e passa 12 anos vivendo como um. Temos aqui o que talvez seja o filme mais cru sobre escravidão dos últimos anos. Sem romantismo, sem frescura entre o branco da casa com os escravos. Aqui o chicote rasga a pele e você pode ter uma vaga ideia do que os negros sofreram durante essa época. O filme é um SHOW de grandes atuações, com forte destaque para um Michael Fassbender totalmente despirocado.

Chiwetel Ejiofor conduz um ex negro livre de uma maneira mágica, onde a cada olhar dele é possível sentir sua dor. Compartilhar da sua saudade dos filhos e esposa. Solomon resolveu baixar sua cabeça e sobreviver a essa condição na esperança de um dia poder voltar a viver. Prepare-se para se emocionar em um filme incrível que já provou que veio pra marcar um ano ganhando o Globo de Ouro de Melhor Filme de Drama.

Esqueci de algum?

Seja assinante e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 23/07/2019

  • Luide

Essa moda de super herói não ia acabar?

  • 27/05/2019

  • Luide

Alguma coisa ainda funciona

  • 17/04/2019

  • Luide

Donald Glover quer te libertar