Saul Goodman enfim da as caras em Better Call Saul

Off Brand (S03E06) review

Luide
Luide
18 de Maio de 2017

A produção de metanfetamina só aumentava, e Jesse precisou da ajuda de seus amigos para distribuir a droga em maiores quantidades. E lá estava Badger, sentado em um banco quando um policial disfarçado se aproxima, tenta comprar um pacote, e acaba levando o garoto preso. Quem poderá salvar o grande Heisenberg de ser dedurado em uma “delação premiada”?

É melhor ligar para o Saul…

O comercial amador e a pintura extravagante no banco que Badger traficava já indicavam o que vinha por aí. Criado por Peter Gould (roteirista de Breaking Bad e hoje showrunner de Better Call Saul ao lado de Gilligan) Saul Goodman apareceu pela primeira vez no décimo episódio da segunda temporada intitulado, veja só, “Better Call Saul“. O personagem logo se tornou parte do elenco fixo, e seu humor ácido e carisma elevado, o transformou em um dos grandes ícones na série. Tão querido que ganhou seu próprio spin-off.

Em Off Brand (S03E06) a série chegou no clássico episódio de meio de temporada, que costuma encerrar a trama da primeira metade, e empurrar novos acontecimentos. Enquanto o embate entre Jimmy e Chuck entrou em um aparente recesso, Better Call Saul não poupou os fãs de referências diretas a Breaking Bad, uma espécie de “como tudo começou…” em três pontos específicos: a doença que levou Hector Salamanca a ficar paralisado em uma cadeira de rodas, a lavanderia de Gus e o nascimento do nome Saul Goodman.

Devo dizer que me pegou de surpresa a forma como esse nome surgiu. Ao longo da série, a aposta era a mais óbvia possível: Jimmy iria se encrencar com a justiça, e criaria um novo nome para seguir advogando. Talvez se resetar por completo. Lembra daquele contato que ele tinha que fazia pessoas sumirem? Pois bem, podia ser assim que ele conheceu esse cara. Mas não. Saul Goodman foi um nome besta criado a partir de um trocadilho pra vender comerciais.

E não é que colou? Esse tipo de “quebra de expectativa” também é muito bem-vinda, mas claro, como Jimmy irá vestir de vez a roupa de Saul ainda é o grande momento a ser revelado na série. Enquanto isso, no núcleo que é um prequel de Breaking Bad, temos o começo de uma revolta de Nacho com Hector, mostrando que nem todos se quebram em definitivo nessa vida.

Nessa de “como tudo começou…” temos os primeiros sinais que Hector não anda lá muito bem de saúde, e quando Nacho esconde um de seus comprimidos, já sabemos que o destino do Tio está prestes de começar a ser traçado. Não descarto que até o final dessa temporada teremos o sininho maldito fazendo “DIM DIM” pela primeira vez. E se no episódio anterior foi o querido Huell quem deu as caras, agora é Lydia quem aparece mostrando que o império do poderoso Gus Fring ainda não atingiu seu auge, e como já sabemos, Mike será peça fundamental nessa construção.

Better Call Saul segue em uma temporada irretocável, mesclando na medida certa sua própria história com acontecimentos que caberiam facilmente em Breaking Bad. Um equilíbrio perfeito.

Seja doador e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 20/09/2017

  • Luide

Séries que abandonei e os motivos que me levaram a isso

  • 19/09/2017

  • Luide

Rick and Morty é uma série “inteligente”?

  • 18/09/2017

  • Luide

Você não percebeu, mas esse foi o Emmy mais importante em muito tempo