Homem Morcego lutando como nunca em “Batman V Superman”

O pau vai comer moçada

20 de janeiro de 2015

Sou fã do Zack Snyder. De verdade. O cara soube como poucos adaptar um quadrinho para o cinema, transformando páginas de hqs em filmes épicos. Snyder também sabe valorizar uma boa porradaria, com sua excelente fotografia e uso do slowmotion. Nesse supercut que postei no Amigos do Fórum, da pra se ter uma ideia do que estou falando…

Em “Man Of Steel” por exemplo, você pode discordar totalmente de mim, mas a luta final entre o Super e Zod é ESPETACULAR. Foda-se que a cidade toda veio a baixo.

POIS BEM. Em recente entrevista, o coreógrafo Guillermo Grispo (que já trabalhou com Snyder em 300 e Man Of Steel) falou sobre a tão sonhado e esperado CHOQUE DE MONSTRO entre Batman e Superman.

Há uma ideia de que o Batman não tem nenhuma chance, que o Superman o esmagará como um inseto. Mas quando você ver o filme e como tudo se arranja, há uma explicação muito inteligente do porquê eles terão um confronto direto, apesar de parecer que Batman está em completa desvantagem 

Bom, muito se falou sobre a possibilidade de ambos nem lutarem, que o título do filme era só pra vender e etc. Mas deus existe e obviamente uma das lutas mais esperadas desde Naruto e Sasuke vai acontecer. Grispo aproveitou pra falar que as habilidades do Batman nunca foram totalmente aproveitadas nos cinema, e isso é uma especialidade do Snyder. Quer saber? Concordo 100%.

Batman lutará do jeito que eu sempre sonhei em vê-lo lutar [...] Mesmo nos últimos filmes de Christopher Nolan, as cenas de ação não eram boas de um ponto de vista técnico, das artes marciais, como coreografia, enquadramento, os movimentos de câmera eram ruins [...] É o tipo de detalhes que Zack Snyder, sendo tão ligado ao lado físico, ama preparar 

Em ti confio, Snyder! Já declarei esse filme como o melhor da história dos heróis. Pode fechar a conta.
Não tem como dar errado.
Impossível.

Me cobrem em 2016.

“Sniper Americano”: o patriotismo que já rendeu 90 milhões em um fim de semana

AMERICA FUCK YEAH!

19 de janeiro de 2015

Durante a chamada “Guerra ao Terror” que já dura longos 14 anos, os SEALS (principal força da Marinha americana) foram peças importantes em incursões terrestres. Foi nesse grupo de elite que Chris Kyle, o maior atirador da história do EUA, fez sua fama. Do Texas, o sniper diz ter matado mais de 250 pessoas durante os anos que serviu. Oficialmente, o Pentágono atribui a ele 150. Não importa, esse número já faz dele o mais letal atirador americano em todos os tempos.

O verdadeiro Chris Kyle

Kyle morreu aos 39 anos, da maneira mais irônica possível: um veterano de guerra de apenas 25 anos atirou a queima roupa no letal sniper em um Clube de Tiro. Para um homem que serviu durante 10 anos, lutou em uma das guerras mais sangrentas de todos os tempos, morrer justamente nas mãos de um compatriota e companheiro de guerra é muito bizarro.

A breve, mas intensa história de Kyle virou filme pelas mãos do diretor Clint Eastwood, uma lenda do cinema com uma carreira tanto de diretor, como ator, incontestáveis. “Sniper Americano” além de ser um drama pessoal do atirador, tem forte tom patriota. Os americanos adoram (e eu entendo os motivos) e isso já se confirmou nesse fim de semana.

Na sua estréia, o filme arrecadou impressionantes US$ 90,2 milhões! Recorde absoluto e histórico para janeiro, mês não muito conhecido por boas estréias.  ”Sniper Americano” desbancou “Policial em Apuros” de 2014, que fez US$ 41 mihões. Mais que o dobro!

O filme não tem apenas aprovação popular. “Sniper Americano” também agradou a Academia, e teve 6 indicações ao Oscar: Melhor Ator, Melhor Filme, Melhor Edição, Melhor Sonoplastia, Melhor Mixagem e Melhor Roteiro Adaptado. Aqui no Brasil ele chega dia 19 de fevereiro e já vem causando polêmicas por onde passa.

Clint Eastwood sempre foi um homem envolvido com política, filiado ao Partido Republicano. Prepare-se para mais uma batalha que leva a sétima arte as mesas de discussões politizadas… Esse é o trailer final.

E se os filmes indicados ao Oscar 2015 tivessem PÔSTERES SINCEROS?

Sinceridade sempre muito bem vinda

19 de janeiro de 2015

Já disse isso mil vezes na internet, mas não custa repetir: pra mim, a série “Trailers Honestos” é a melhor coisa dessa rede mundial de computadores. Essa visão “sincera” com leves doses de sarcamos, acaba fazendo dos vídeos a melhor crítica de cinema que você possa ouvir. É lindo.

E nessa de explicar filmes através da “sinceridade”, virou tradição brincar com os indicados ao Oscar. Ano passado, publiquei aqui no Amigos do Fórum uma série de paródias com os 9 indicados, e uma delas justamente tratava de pôsteres sinceros. Agora em 2015, é a vez de tirar uma casquinha com os 8 indicados.

O Cavaleiro das Trevas em Crise“, “Timelapse da Puberdade” e  ”Vídeo de Recrutamento para o Exército” são algumas sacadas. Sem contar a piada com as cinebiografias (biopic) de Martin Luther King, Stephen Hawking e Alan Turing. Sensacional! =D

Whiplash – Em Busca da Perfeição” e “Sniper Americano“:

Sniper Americano é o patriotismo americano elevado ao cubo.

O Grande Hotel Budapeste” e “O Jogo da Imitação“:

A Teoria de Tudo” e “Selma“:

Birdman” e “Boyhood“:

Cavaleiro das Trevas em Crise” UAHUAHUAHUA… só não foi mais genial que “Timelapse da puberdade” (se você acelerar o filme vira isso mesmo).

“Maze Runner”: corra ou morra tentando

Com o lançamento em blu-ray e DVD de "Maze Runner", vamos aproveitar e falar um pouco sobre esse futuro distópico =)

16 de janeiro de 2015

UPDATE: falei sobre “Maze Runner” no DROPS:

Futuro distópico“… quantos clássicos do cinema foram criados a partir desse tema? Imaginar o futuro de nossa sociedade sempre foi uma área explorada não apenas na ficção, mas também pela humanidade desse lado da tela. Indo longe, até mesmo livros apocalípticos religiosos contém um pouco disso: distopia.

Algo acontece, em um futuro não revelado e pronto. Temos a liberdade para criar o que for possível. Seja uma sociedade governada pelo totalitarismo, grandes corporações ou até mesmo raças alienígenas. E no meio desse imaginário nasce “Maze Runner: Correr ou Morrer“.

“Maze Runner”: se correr o bicho pega, se ficar o bicho… também pega

Baseado na obra de James Dashner, a ficção científica não nos coloca em uma cidade dominada por uma polícia cruel, ou em um planeta dividido em grupos. Em “Maze Runner: Correr ou Morrer” o principal inimigo é um labirinto, aparentemente indecifrável, onde um pequeno grupo de sobreviventes permanecem em uma clareira. Apesar de não serem forçados a sair, o senso de liberdade sempre fará parte do DNA humano.

Dylan O’Brien é Thomas, o jovem protagonista (muito bom, aliás) que é mergulhado nesse ambiente, e assim como o espectador, não faz ideia do que está acontecendo. E nessa de “não fazer ideia do que está acontecendo” é “Maze Runner: Correr ou Morrer” vai aos poucos se tornando ainda mais tenso e sem perceber, você já está preso dentro de um labirinto de dúvidas.

Quer a solução desse labirinto?

A corrida apenas começou. Em 2015, chega aos cinemas a segunda parte de “Maze Runner: Correr ou Morrer“. E caso você queira se preparar ainda mais para decifrar os mitérios que envolvem a trama, chega ao Brasil o lançamento do blu-ray e DVD. E como o Amigos do Fórum é um blog que SEMPRE apoia você de começar sua coleção pessoal, fica a dica de onde estão disponíveis pra você conseguir o seu =)

Agora é correr e comprar.

Homem Aranha em Vingadores 3? Capitão América morto? Nova equipe? EITA!

RUMORES, RUMORES POR TODA A PARTE

14 de janeiro de 2015

Minha mãe me ensinou que mentir muito é ruim, pois quando você precisar contar uma verdade, ninguém irá acreditar. E isso é uma máxima na internet, ainda mais nesse meio pop. Se você como jornalista ou fonte de notícias/conteúdo, usa e abusa de RUMORES para caçar clique, logo sua credibilidade vai pro saco e ninguém mais dará bola para suas loucuras.

E agora que o mundo dos super heróis está em pleno vapor e MUITA coisa sai todo santo dia a respeito, fica complicado filtrar o que é ou não sério. Eu, por exemplo, fui um dos que acreditaram que Brayn Cranston seria Lex Luthor em “Batman V Superman“. Lembrando também do dia que o Justin Bieber trollou todo mundo dizendo que seria o Robin. E mais recentemente, que o filme do Morcego e do Super seria dividido em duas partes.

HOAX…

Bem. Toda essa introdução é porque hoje o Latino Review pode ter dado um dos maiores furos dos últimos tempos, justamente sobre um assunto toca na alma de todo fã da Marvel: Homem Aranha estará em Vingadores 3!

O site que ficou famoso justamente por dar FUROS exclusivos, vai além e revela diversos detalhes sobre a Fase 3 da Marvel nos cinemas. É tanta coisa que fica difícil computar. A primeira é o fim do grupo como conhecemos já em “A Era de Ultron“, depois o site revela o motivo da treta entre o Steve Rogers e Tony Stark: Bucky é quem matou Howard Stark e essa descoberta é que da início a “Guerra Civil“. No final do filme o Capitão América será morto pelos Ossos Cruzados.

Em “Thor: Ragnarok” muita merda vai rolar até que o asgardiano termine em uma prisão no espaço. Com o Capitas morto, Thor preso e o Homem de Ferro provelmente indo ao espaço, teremos “Os Vingadores: Guerras Infinitas P.1” sem os principais membros da equipe. Eis que entra em cena o tal acordo entre Sony e Disney.

A nova equipe será formada por  Mercúrio, Feiticeira Escarlate, Visão, Pantera Negra, Doutor Estranho, Homem-Formiga, Vespa, Capitã Marvel, Luke Cage, Demolidor, Punho de Ferro, Jessica Jones, alguns integrantes dos Guardiões da Galáxia, alguns Inumanos e o Homem-Aranha!

Calma que ainda tem mais…

A Marvel ainda planeja, no melhor estilo HQ, trazer Steve Rogers a vida para “Guerras Infinitas P.2“, além do retorno de Thor e Homem de Ferro. Pronto, agora tudo se encaixa com o comentário de Josh Brolin que Vingadores 3 será “Thanos contra o mundo“.

Ué, Demolidor em Vingadores? Isso também bate com as declarações de Joe Quesada, chefe criativo da Marvel Entertainment, que as séries do Netflix (assim como Agentes da Shield) se passarão no mesmo universo dos cinemas.

EITA JESUS MARAVILHOSO!
Latino Review tem credibilidade? Tem.
É muita informação? Sim.
O que nos resta fazer? Ter fé, claro.

Martin Scorsese, Robert De Niro e Leonardo DiCaprio. Juntos

O mestre e seus pupilos

14 de janeiro de 2015

Se eu fizer uma lista com meus 10 fimes favoritos de todos os tempos, no mínimo uns três de Martin Scorsese estarão nela. Um dos maiores diretores de todos os tempos trilhou seu caminho sempre ao lado de boas companhias. Em 1973 Scorsese e Robert De Niro trabalhariam juntos pela primeira vez em “Caminhos Perigosos“. Até “Cassino” de 1995, foram um total de 8 longa metragens, algumas delas obras absolutas do cinema, como “Taxi Driver“, “Touro Indomável” e “Os Bons Companheiros“.

Corta pro século 21

Em 2002, Scorsese escolhe um novo púpilo, dessa vez o cara que morreu no naufrágio do Titanic: Leonardo Di Caprio. Até 2013, ano de “O Lobo de Wall Street“, já foram 5 filmes juntos. Ao lado de Di Caprio, Scorsese levou seu primeiro Oscar de Melhor Diretor com “Os Infiltrados“.

Scorsese. De Niro. Di Caprio.

Imagine o que poderia sair se os três se juntassem? Bem, pelo menos em um curta metragem isso será possível. Com um orgaçamento colossal de US$ 70 milhões, os três companheiros estarão juntos em um comercial para o cassino e resort Studio City, em Macau – China. “The Audition” terá direção de Martin Scorsese e na trama, De Niro e Di Caprio disputam um papel. E pra ficar ainda melhor, temos Brad Pitt correndo por fora.

Assista ao teaser:

Cara. Que sensacional.

Topo ^