E quando sua série favorita acaba?

Sobre esse sentimento de ser ÓRFÃO de uma obra de TV

11 de dezembro de 2014

Sentar no meu sofá, pegar o controle remoto e dar play em uma série é um dos meus passatempos favoritos. Aliás, esse ritual já deixou de ser apenas um passatempo há algum tempo, já que tudo o que vejo em relação a séries de TV, tenho a obrigação moral de compartilhar com vocês. Afinal, o Amigos do Fórum é isso, um lugar pra gente trocar uma ideia sobre coisas legais.

Nessa jornada de conhecer novas séries, acompanhar durante anos a construção e evolução de personagens, você acaba se apegando demais a esse tipo de conteúdo. Breaking Bad, por exemplo, foi uma despedida feliz com tons de tristeza, afinal, nunca mais teria algo inédito de Mr. White. O mais recente caso de despedida de uma série aconteceu essa semana com Sons Of Anarchy.

E pensando o quanto isso nos afeta sem querer, fui lá e comentei no VLOG DO FÓRUM dessa semana (antes de tudo, perdão pelo áudio).

O vídeo foi gravado nessa TERÇA (09/11), antes da season finale de Sons Of Anarchy. Portanto, para uma análise sobre a sétima temporada e a série como um todo, aguarde um novo post e vídeo.

Legal as indicações ao Globo de Ouro. Seria uma pena se a gente não pudesse ver os filmes em 2014…

Pois é

11 de dezembro de 2014

Saiu a lista dos indicados ao Globo de Ouro, que como todos vocês já devem saber, é apenas o aquecimento pro Oscar e tal. Na verdade é tipo um Oscar e Emmy em um só evento, pra todo mundo sair feliz. Ou não. Bom, qualquer comentário sobre os indicados em CINEMA será raso, visto que dos 10 indicados a Drama e Comédia ou Musical, apenas “Boyhood” e “O Grande Hotel Budabeste” estrearam por aqui.

Boyhood“, filmado ao longo de 12 anos: um filme sobre nada que fala sobre todos

O resto só teremos a oportunidade de ver em 2015, quando a premiação já estiver sido feita. “Birdman“, por exemplo, filme que lidera as indicações, estrou lá fora em OUTUBRO. E aqui chega apenas dia 15 de janeiro. Pois é… isso confunde a cabeça da moçada, tem gente fazendo lista de Melhores Filmes de 2014 e colocando “12 Anos de Escravidão“, “Her” e “Lobo de Wall Street“, mas quase ninguém sabe que são filmes de 2013. Azar nosso que só recebemos os filmes meses depois.

ENFIM, chega de choradeira e vamos ao indicados

Melhor filme de Drama
“Boyhood – Da Infância à Juventude”
“Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo”
“O Jogo da Imitação”
“Selma”
“A Teoria de Tudo”

Melhor filme de comédia ou musical
“Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)”
“O Grande Hotel Budapeste”
“Caminhos da Floresta”
“Pride”
“Um Santo Vizinho”

Melhor diretor
Alejandro González Iñárritu (“Birdman”)
Wes Anderson (“O Grande Hotel Budapeste”
Ava DuVernay (“Selma”)
David Fincher (“Garota Exemplar”)
Richard Linklater (“Boyhood”)

Melhor ator de comédia ou musical
Ralph Fiennes (“O Grande Hotel Budapeste”)
Michael Keaton (“Birdman”)
Bill Murray (“Um Santo Vizinho”)
Joaquin Phoenix (“Vício Inerente”)
Christoph Waltz (“Big Eyes”)

Melhor Atriz em drama
Jennifer Aniston, “Cake”
Felicity Jones, “A Teoria de Tudo”
Julianne Moore, “Still Alice”
Rosamund Pike, “Garota Exemplar”
Reese Witherspoon, “Livre”

Melhor atriz de comédia e musical
Amy Adams (“Big Eyes”)
Emily Blunt (“Caminhos da Floresta”)
Helen Mirren (“A 100 Passos de Um Sonho”)
Julianne Moore (“Mapa para as Estrelas”)
Quevenshane Wallis (“Annie”)

Melhor animação
“Operação Big Hero”
“Festa no Céu”
“Os Boxtrolls”
“Como Treinar o seu dragão 2″
“Uma Aventura Lego”

Melhor roteiro
Wes Anderson, “O Grande Hotel Budapeste”
Gillian Flynn, “Garota Exemplar”
Alejandro González Inarritu, Nicolas Giacobone, Alexander Dinelaris, Jr., “Birdman”
Richard Linklater, “Boyhood – Da Infância à Juventude”
Graham Moore, “O Jogo da Imitação”

Ah, tem também as premiações pra TV. Mas uma premiação que deixa de fora essa quarta temporada de Homeland e The Knick eu prefiro nem comentar. Pelo menos Clive Owen foi indicado a Melhor Ator e Claire Danes a Melhor Atriz. De qualquer forma, as séries dramáticas indicadas são:

  • House of Cards
  • Game of Thrones
  • Downton Abbey
  • The Good Wife
  • The Affair

A premiação será dia 11 de janeiro no canal TNT.

Hackers da Coréia do Norte informam: Homem Aranha QUASE voltou pra Marvel

Pois é, mas parece que ficou no quase mesmo

10 de dezembro de 2014

Alguns dias atrás, a Sony Pictures Entertainment sofreu um forte ataque hacker que resultou não apenas no vazamento de alguns filmes (Fury com Brad Pitt foi um deles), mas também em arquivos e emails confidenciais. Ao que tudo indica, o responsável pelo tal ataque foi um grupo da Coréia do Norte, em resposta ao lançamento do filme “A Entrevista“, comédia que mostra uma conspiração para matar o líder do país, Kim Jong-Un.

Acontece que no meio de toda essa zona, todos esses arquivos que incluem até mesmo o salário da moçada, um email em especial chamou a atenção e confirmou antigos rumores: A Marvel e a Sony chegaram mesmo a negociar a participação do Cabeça de Teia em “Guerra Civil“, filme previsto para 2016.

Na troca de email, dirigentes da Sony e Bob Iger, CEO da Disney, conversaram a respeito da participação do Homem Aranha em “Capitão América: Guerra Civil“, já que o personagem é importante dentro do arco. A Sony liberava o Amigo da Vizinhança e em troca a Marvel iria produzir uma nova trilogia, mas deixando com a Sony controle sobre o lado criativo, o marketing e a distribuição“. O site /Film ainda revela que Sam Raimi, diretor dos dois primeiros filme do Aranha, poderia voltar. Mas, como todos sabemos, não deu muito certo.

Agora, certo mesmo…

O que é certo é que a Sony tá perdidinha em relação ao Aranha, já que o filme desse ano arrecadou cerca de 700 milhões de obamas, algo considerado pouco pela relevância do personagem (Guardiões da Galáxia, por exemplo, arrecadou quase 70 milhões a mais). O Aranha teve seu terceiro filme adiado pra 2018, e a Sony busca novas ideias pra revitalizar a “franquia”, com filmes do Venom, Sexteto Sinistro e Mulher Aranha.

Emprestar o Aranha pra Marvel seria uma maneira linda de dar nova vida ao personagem, MAS as coisas não são tão simples como parece. O jeito é sem conformar apenas com o Capitão e o Homem de Ferro saindo no braço…

Tire 10 minutos do seu dia pra rever TODAS as Digievoluções de Digimon

Porque não parece, mas já são 15 anos desde que o anime estreou na TV Globinho

9 de dezembro de 2014

Esse clipe é tipo a Kefera dublagem Operação Big Hero, manja?

Em 2000, a criançada aqui do Brasil ainda estava eufórica com Pokémon quando um novo anime chegava na TV Globo. Digimon, os MONSTROS DIGITAIS, chegaram por aqui embalados por um clipe vergonhoso da Angélica, mas que naquela época, parecia bem show.

O anime foi um sucesso e o carro chefe da programação matinal/infantil da emissora, e mais uma vez, crianças que tem monstros como parceiros se tornam febre por aqui. Eu tinha por volta de 13 anos quando Digimon passou e de lá pra cá, acho que nunca mais revi nada da primeira temporada. Então imagine o CHOQUE DE NOSTALGIA quando eu revi esse vídeo (que nem é tão novo, foi feito em 2000 pra comemorar os 10 anos da série):

Digimon > Pokémon

O Hobbit e a despedida a Terra Média

Na semana que "A Batalha dos Cinco Exércitos" chega ao cinema, é hora de relembrar os 13 anos desde "A Sociedade do Anel"

8 de dezembro de 2014


O ano era 2001 e “O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel” chegava aos cinemas. Na minha pequena e distante Salto do Itararé, a sessão mais próxima ficava há 250km de distância. Era óbvio que eu não poderia ver na tela grande o filmeque tanto se falava na TV. Lembro que um amigo que já havia lido os livros me contava alguns detalhes da obra de Tolkien com muita excitação, porém, assim como eu, estava fadado a esperar uma VHS aparecer pelas terras interioranas.

E foi assim que mais de um ano depois do filme ter saído de cartaz é que consegui assistir. Fiquei encantado. Fiquei fascinado. Assim aconteceu com “As Duas Torres” e “Retorno do Rei“…
Alías, nunca irei esquecer da tarde de sexta feira que assistimos uma maratona de Senhor dos Anéis em uma TV 15 polegadas.

O Hobbit: o último

Quando “O Retorno do Rei” levou pra casa 11 Oscars, incluindo de Melhor Filme, me senti parte daquilo. Me senti representado vendo um filme de fantasia e que deu tanto trabalho pra assistir saindo vencedor naquela noite em 2004. Mesmo eu nunca me considerando um “nerd” de Senhor dos Anéis, os filmes de Peter Jackson podem dizer muito sobre mim e de como ser um garoto apaixonado por esse mundo levava uma vida difícil no interior.

Em 2012 nas vésperas de “O Hobbit – Uma Jornada Inesperada” estrear, eu percebi que tinha uma missão: assistir no cinema pela primeira vez a estréia de um filme situado na Terra Média. Naquele ano eu já estava morando em São Paulo e o Amigos do Fórum já existia. Eu estava tão confiante que esse filme seria incrível, que já no primeiro trailer eu bati o martelo sobre quem seria o grande filme do ano. De lá até aqui já são três anos e estamos pertos de nos despedirmos da Terra Média na tela grande. Pelo menos por alguns bons anos..

I’m going on an adventure!

É claro que com Hollywood cada vez menos criativa, um reboot pode surgir a qualquer momento. Mas sobre novos filmes, o próprio Peter Jackson já falou a respeito, dizendo que uma adaptação do Silmarillion é impossível, já que os direitos não foram cedidos. Pelo sim, pelo não, aproveite essa semana e pense em toda magia que Peter Jackson conseguiu trazer na tela grande. Pense nas discussões, pense nos momentos épicos, ouça a trilha sonora pra se emocionar… enfim, faça tudo o que precisa ser feito.

Se “A Batalha dos Cinco Exércitos” será um desfecho digno eu não sei, mas estou feliz por viver tudo isso.

Freeza está de volta no trailer de “Dragon Ball Z – Revival of F”

Prepare-se para mais uma batalha looooonga

8 de dezembro de 2014

Não sei se os senhores sabem, mas a famosa batalha entre Goku e Freeza durou 04:13hrs. Isso mesmo, mais de QUATRO HORAS de lutinha. Me lembro dos amigos matando a última aula do colégio e justificando com “porra, hoje a luta acaba“. Obviamente não acabava… enfim, Freeza foi um baita vilão de DBZ e marcou bastante o anime. E como ninguém morre de verdade, adivinha quem estará de volta no novo filme de Goku?

Ele mesmo. Da uma olhada no trailer de “Dragon Ball Z – Revival of F“:

Com Freeza no elenco, nem Kubrick, Scorsese e Peter Jackson poderiam fazer um filme mais longo.
Serão 15 sessões pra terminar a batalha.

O filme chega em ABRIL nos cinemas do Japão.

Comic Con Experience e a valorização da cultura pop no Brasil

Não apenas a CCXP, mas eventos desse porte tem uma grande importância para nós

8 de dezembro de 2014

Em janeiro desse ano, quando uma reportagem da VEJA falou pela primeira vez do audacioso projeto de trazer ao Brasil uma Comic Con aos moldes da gringa, os fãs de cultura pop das terras tupiniquins vieram abaixo. Será que finalmente o mercado estaria de olho em nós? Será que teríamos anúncios/trailers exclusivos aqui? Era a esperança de boa parte do público.

E agora, ressaca pós evento, devo dizer que a CCXP não foi perfeita nesse aspecto. Mas um algo desse porte é tão importante para o nosso cenário, que digo sem dúvidas que vivi essa tal experência de uma Comic Con.

Cosplays pelo evento: um ponto importante que precisa de apoio para crescer ainda mais

São Paulo é uma cidade difícil e cansativa. E o fato do evento se situar em uma região um pouco afastada do grande centro, ajuda nesse aspecto de exaustão, mas nada, claro, que atrapalhe. A organização foi incrível, deixando no chão vários eventos já manjados por aqui. A São Paulo EXPO foi uma excelente escolha, um ambiente enorme, com muitos banheiros, porém com poucos bebedouros. O problema é que mesmo com tanto espaço e uma praça de alimentação justa, é impossível um evento por aqui escapar da maldição das filas. Eu mesmo levei mais de uma hora pra conseguir um hambúrguer no sábado.

A feira estava linda. Impecável. Porém os estúdios de cinema, que deveriam ser a grande atração, levaram de lavada do pessoal dos colecionáveis. Destaque mais do que justo para o estande da TAMASHII NATION com as armaduras em tamanho real de CDZ. Hot Toys e Iron Studios também trouxeram belas peças para a exposição. Era inevitável que um colecionador como eu passasse grande parte do evento babando nas vitrines.

Mas se os estandes não chamavam tanta atenção, os estúdios conseguiram, mesmo que de uma maneira singela, conteúdos exclusivos para nós. A Paramount por pouco não fez a estréia mundial do trailer de Terminator Genisys, mas ainda assim fez um belo painel falando sobre seus planos para 2015. A FOX exibiu trailers e cenas inéditas, além da logo oficial do novo Quarteto Fantástico. A Marvel exibiu Operação Big Hero e a Warner também fez sua premiere, exibindo o terceiro filme de O Hobbit.

Shaka no incrível diorama da Tamashii Nation

A CCXP valoriza nosso mercado e abre ainda mais portas. Os cerca de 80 mil nerds/geeks/gamers/cinéfilos ou fãs de entretenimento em geral, ajudaram a construir essa ideia. Que venha mais CCXP, mais eventos e que nós brasileiros tenhamos um valor mais do que merecido. Vida longa a cultura pop!

No DROPS falei um pouco sobre o evento:

Topo ^