Chaves: sem dizer adeus jamais

Porque só as estrelas testemunham minha gratidão por você, Roberto Gómez Bolaños

1 de dezembro de 2014

Sou desses caras que não consegue passar uma borracha no passado e seguir em frente. Sou muito apegado a tudo que marcou minha infância/adolescência e muito disso se reflete aqui no blog. Também não consigo esquecer das minhas raízes, do meu interior, dos meus amigos e colegas da pequena Salto do Itararé.

Mesmo há três anos em São Paulo, religiosamente uma vez ao mês preciso ir visitar a minha vizinhança. E nessa sexta feira (28/10) lá fui eu encarar 8 horas de viagem, até chegar nos braços da mamãe e na mesa de bar com os velhos amigos. Fiz um plantão para esperar um certo trailer ai, e então me desliguei totalmente da internet e fui pra um sítio. Sai dessa grande rede mundial de computadores quando todos estavam eufóricos e porque não dizer, felizes com o retorno da Força. Mas quando voltei… foi uma paulada.

Descobrir que o maior ídolo da sua infância se foi não é algo que você encara com normalidade. Ainda estando eu na pequena cidade que passei minha infância, onde esse tal de Roberto Bolaños foi o responsável pelas minhas melhores risadas. Eu chorei. Chorei como nunca antes havia chorado a morte de um artista. Afinal, Chaves ultrapassou qualquer barreira entre fã e ídolo, ele foi algo muito maior.

Chaves era especial pois nunca usou de muletas de humor para fazer rir. Ríamos de sua pureza e inocência, pois certamente você conheceu muitos meninos do 8 por aí… a magia estava na simplicidade, na leveza. Chaves é insuperável e incomparável. O menino do 8, todo atrapalhado, me ensinou a importância de um sorriso no rosto, e eu jamais poderei expressar o quanto isso é especial. A aurora chegou pra você Chavinho, mas jamais, JAMAIS vamos dizer adeus!

Roberto Gómez Bolaños
1929 – 2014

A Força desperta e retorna no TRAILER OFICIAL de “Star Wars VII”

Aproveite o dia mais importante da cultura pop nos últimos tempos

28 de novembro de 2014

Eu me lembro em 2011, quando o primeiro trailer de “Os Vingadores” saiu. Acompanhar aquele lançamento além do espectador comum foi incrível. O ato de postar e comentar no blog pra mim foi mágico, achava que vivia um momento único. Engano.

Hoje finalmente tivemos o primeiro trailer oficial de “Star Wars: The Force“. É um dia tão importante pra isso que a gente chama de “cultura pop“, mas que envolve muito mais pessoas que o nosso ciclo de amigos nerds/cinéfilos. O JUDÃO falou muito bem disso, da importância desse trailer, afinal, poucas vezes se viu tanto mistério e expectativa em torno de um simples vídeo.

Como conversei na semana passada com meus amigos de VIDEOCAST Pablo e Castrezana, não me considero com gabarito suficiente pra dissecar um trailer de Star Wars. Não porque eu não seja fã, não conheça esse universo, mas seria me colocar em um patamar que não mereço, principalmente HOJE, um dia tão especial e marcante. Que a força esteja com os fãs, sempre. E sinta-se a vontade pra DISSECAR esse trailer nos COMENTÁRIOS! =D

Jurassic World: eu não quero apenas CGI, eu quero animatrônicos

Hora de comentar um ponto importante que faltou nesse trailer

27 de novembro de 2014

Você tem ideia do impacto que essa cena teve na minha infância?

É difícil explicar o fascínio que muitos dos que viveram na época de Jurassic Park tem pelo filme. Especialmente porque a década de 90 foi dominada por dinossauros em várias mídias. Então, quando em 1993 Steven Spielberg espantou o mundo com esse tal Parque dos Dinossauros, finalmente tínhamos uma visão realista (ou bem próxima da realidade) do como eram esses seres gigantes que nós tanto amávamos.

O filme ainda vive forte em nosso imaginário justamente porque Spielberg se empenhou o máximo possível para dar vida a animais extintos há mais de 65 milhões de anos.

De um lado, responsáveis pela computação gráfica, estava a Industrial Light & Magic de George Lucas. Do outro, Stan Winston, lenda dos efeitos especiais, que cuidou dos animatrônicos. E junto com esse time, Spielberg ainda mantinha um paleantólogo o tempo todo trabalhando lado a lado, para que todo o conhecimento sobre dinossauros da época fossem retratados em tela. “Jurassic Park” foi um marco nos efeitos especiais, um filme divisor de águas que até hoje é atual (exceto, veja só, pelos computadores do filme, rs).

A criação do T-Rex:

Eis que em 2015, a tão adorada franquia volta aos cinemas, mas dessa vez com o título “Jurassic Wolrd“. Você já deve ter visto o trailer aqui no Amigos do Fórum, porém, algo que não só me incomodou, mas praticamente todos os que já tinham saído da barriga da mãe em 1993, foi o uso excessivo de CGI e nada de animatrônicos. Afinal, onde eles estão?

Óbvio que é cedo pra apontar o dedo e dizer que não veremos isso no filme. Até postei aqui uma foto dos bastidores do filme que mostrava uma cabeça de velociraptor. Porém, um dos pontos chaves para o mínimo de decência, será esse cuidado com os dinossauros. Em pleno 2014, difícilmente um filme impressiona pelos seus efeitos especiais. Tá tudo muito igual, não tem mais um “NOOOOSSA”. É injusto comparar as épocas, em 1993 “Jurassic Park” mudava não apenas nossa maneira de ver os dinossauros, mas também o cinema e o uso dos efeitos especiais.

Não da pra jogar esse peso todo nas costas de “Jurassic World“, mas fica o apelo de um marmanjo que até hoje se lembra dos sonhos que tinha quando criança: animatrônicos são bem vindos! =)

Ai a Marvel foi lá e “explodiu” o elenco do “Quarteto Fantástico”

HUEUHEUEHUEHU

27 de novembro de 2014

Em julho de 2015, chega aos cinemas o reboot (mais já?) do “Quarteto Fantástico“. Nas mãos da FOX, o filme permanece uma grande incógnita, já que até o presente momento, muita pouca coisa foi divulgada sobre ele. Além de algumas mudanças de origens, como o Tocha Humana ser interpretado por um ator negro e ser irmão adotado da Sue, outras coisas deixam fãs mais puristas cabreiros, como o Dr. Destino blogueiro.

Vai do gosto de cada um, EU particularmente sempre achei os filmes do Quarteto uma bosta. E só de ver essa fotinha aqui, do elenco reunido ao final das gravações, da um certo calafrio:

Os Jovens Mto Locos

Pois bem. O fato é que APARENTEMENTE a Marvel não tá afim de dar muito ibope para o grupo de heróis. Não em suas revistas. Em outubro foi anunciado o cancelamento dos quadrinhos, o que gerou uma certa polêmica. Até o CEO da FOX se pronunciou a respeito, dizendo que uma coisa não tem nada a ver com a outra. Enfim, cada um que pense o que quiser…

E agora na edição #12 do Justiceiro, a Marvel foi lá e…. “explodiu” o elenco do filme. Nos quadros, três personagens IDÊNTICOS ao atores escalados para viver o Sr. Fantástico, Mulher Invisível e Coisa, estão trocando uma ideia. Eles também são atores e comentam sobre um tal Mike, dizendo que ele pensa que o filme é apenas sobre Johnny (Michael B. Jordan será Johnny Storm, o Tocha Humana… pegou?). Logo depois, uma série de explosões e… adeus.

UHEUHEUEHUEHUEH BR BR

Eita piadinha maldosa, hein?
O que você achou?

BATMAN vs VADER: quem sairia vencedor dessa batalha?

Mais uma produção incrível do "Super Power Beat Down"

26 de novembro de 2014

O “Super Power Beat Down” é uma das coisas que fazem o YouTube e a mensalidade da internet valer a pena. Com uma produção fora dos padrões internéticos, eles imaginam como seriam encontros impossíveis, colocando titãs da cultura pop pra lutar.

Antes rola uma espécie de votação e os fãs decidem quem sai vencedor. E meu amigo, os caras conseguem adaptar personagens melhor que muito estúdio em Hollywood… Hoje, é a vez de Batman encarar Darth Vader. Apenas pegue a pipoca e de o play:

CLAP! CLAP! CLAP!

Fala sério, esse Batman é 1000 vezes mais manero que os do cinema.

O despertar da medicina na incrível “The Knick”

Em sua primeira temporada, "The Knick" mostra que pode evoluir tanto quanto seu tema central

25 de novembro de 2014

O “teatro” do Hospital Knickerbocker: cirurgias são mais que simples cirurgias. São experiências compartilhadas

Nos acrécismos de 2014, acabei descobrindo uma das melhores séries do ano. E se não fosse por True Detective, eu já a carambava aqui como a melhor estréia (no mínimo). Ambientada na Nova York de 1900, “The Knick” é o apelido do hospital Knickerbocker (que realmente existiu), onde a trama da série se passa. Porém Knick é muito mais que uma série médica, ela vai além e pode até mesmo ser considerada uma série científica, de descobertas e superações tecnológicas.

Conhecemos a vida do Dr. Thackery (Clive Owen), que assim como grandes protagonistas, conduz a série com maestria. Aqui ele é mais que um típico “cirurgião genial” afinal, em 1900, é necessário ser mais do que isso, cruzar a fronteira de sua época para inovar, e trazer até o século XXI suas descobertas. Na direção dos 10 episódios da primeira temporada temos Steven Soderbergh, que abusa do uso de câmera na mão e da baixa iluminação, para criar um ambiente agoniante e hostil.

The Knick” também não fica presa a temas médicos. Racismo e o papel da mulher na sociedade são bastante abordados, porém é nítida sensação que 114 anos depois pouca coisa mudou… Ao menos, nossa medicina evoluiu, e o Dr. Thackery foi um dos responsáveis. Afinal, seu personagem foi baseado na figura histórica de William Stewart Halsted. ENFIM, chega de papo, vamos ao VLOG DO FÓRUM dessa semana!

The Knick: bisturi, por favor!

>>>INSCREVA-SE NO CANAL!

Dinossauros… DINOSSAUROS por toda parte no trailer de JURASSIC WORLD!

Parece que a Universal resolveu abrir o Parque mais cedo...

25 de novembro de 2014

Parece que a “Black Friday dos Trailers” começou mais cedo… programado pra sair na sexta feira, o trailer de “Jurassic World” saiu inteirinho hoje. Ao contrário do filme de 1993, agora o Parque realmente está em pleno funcionamento, todo modernoso e cheio de turistas, que agora podem passaear por toda ilha.

Temos um garotinho, que irá carregar o peso que o pequeno Joseph Mazzello (Tim) carregou há 20 anos atrás: ser a criança fascinada dentro do parque.  Meus amigos, as portas estão abertas. Voltemos ao incrível e único JURASSIC PARK! Digo… JURASSIC WOLRD!

Espera… os efeitos de 1993 eram melhores!

Mais alguém lembrou da clássica cena com os gallimimus? E com o brontossauro? AH CARA, SE SUA CRIANÇA INTERIOR NÃO DESPERTOU AGORA, VOCÊ ESTÁ MORTO POR DENTRO!

Ainda falta muita coisa pra descobrir sobre esse filme, mas essa história de dinossauros geneticamente alterados… hmm…. sou mais o old school. Não vamos ter um T-Rex, mas teremos RAPTORES! YES! Jurassic World chega aos cinemas dia 11 de junho de 2015!

Topo ^