Batmóvel, Visão e qualquer coisa agora é NOOOOOOSSA!

Videocast Amigos do Fórum #07

12 de setembro de 2014

Olá amigos do fórum.

Em menos de uma semana, vazou fotos de famosas, do Visão e do Batmóvel. Mas como não somos machistas, voltamos nossos olhos apenas para o novo carro do Batman e mais novo membro de Xuxa Reque… digo, Os Vingadores 2. Pra fechar, falamos sobre as séries de super heróis e como qualquer coisa hoje em dia relacionada a Marvel/DC é nooooooooooooooossa.

Batmóvel, Visão e qualquer coisa agora é NOOOOOOSSA!

Links comentados:

>> CANAL AMIGOS DO FÓRUM
>> CANAL NERD RABUGENTO
>> CANAL QU4TRO COISAS

Guia Básico de Bons Filmes para Iniciantes no NetFlix – Parte 3: Clássico é clássico

Tá perdido? Não sabe o que ver? Calma, o Amigos do Fórum te ajuda

11 de setembro de 2014

Muito bem amigos do fórum, estamos de volta com o GUIA BÁSICO DE BONS FILMES, mas como a vida é mamão com açúcar, um guia baseado em filmes disponíveis no NetFlix. Hoje é dia de CLÁSSICO, vamos tirar a poeira das prateleiras e falar de alguns filmes que você não tem outra opção na vida, além de assisti-los. De Robert De Niro a Stanley Kubrick, vamos lá!

Pra não ficar uma lista extensa, vamos dividir esse guia em quatro partes:

Três Homens Em Conflito

Do diretor Sérgio Leone, simplesmente o maior nome do gênero western (por aqui chamado de bang-bang), “The Good, the Bad and the Ugly” é considerado por muitos, o melhor filme de velho oeste. Estralado por Clint Eastwood, é uma obra definitiva pra você que deseja se aventurar no gênero. Se prepare para as longas tomadas de Leone, sua fotografia impecável, e grandes trocas de olhares antes de disparar aquele tiro certeiro. Ah, é desse filme também que temos a trilhas sonora que é, definitivamente, a mais conhecida do cinema western.

Só uma curiosidade: George Lucas se inspirou em uma cena de “Três Homens Em Conflito” para fazer a famosa “Han shot first” em Star Wars.

Scarface

Um filme que figura fácil entre os melhores do gênero máfia. Porém saem os italianos e entram os cubanos, sai Chicago e entra Miami. Com a palavra “fuck” sendo dita 182 vezes (diz a lenda que a banda Blink 182 pegou dai o número), o “Scarface” de Brain de Palma, tem Al Pacino totalmente alucinado, em uma de suas melhores atuações. O filme é, na verdade, uma refilmagem do original de 1932. É, de fato, um dos meus filmes favoritos e acompanhar a ascensão e queda de Tony Montana é uma excelente experiência.

Não sei bem exatamente o que nesse filme me faz lembrar Breaking Bad (não se deve ao fato de Don Eládio e Hector Salamanca estarem no elenco)…

Janela Indiscreta

Após fraturar a perna, o fotógrafo e jornalista Jeff fica em repouso. Da janela do seu apartamento, ele observa o cotidiano de seus vizinhos. É assim, com uma proposta bem simplista com poucos cenários, que Alfred Hitchcock mostra porque é considerado um gênio, não só do suspense, mas também do cinema.  Um filme repleto de mistérios e tensões, uma das maiores obras do diretor, que além de “Janela Indiscreta“, ainda possui outros três filmes no catálogo: ”Psicose“, “Ladrão de Casaca” e “Marnie, confissões de uma ladra“.

Pulp Fiction

Apenas o melhor filme de Quentin Tarantino. Como disse meu amigo Nerd Rabugento no Videocast AdF: “uma bomba atômica no cinema“. A maneira como Tarantino “embaralhou” seu filme, com um roteiro sem ordem cronológica e recheado de diálogos memoráveis, faz de “Pulp Fiction” uma obra totalmente original e sem precedentes. O filme traçou um ponto no cinema, e dali pra frente muitos iriam se inspirar na obra de Tarantino. Isso sem mencionar a excelente trilha sonora, que até hoje é exaltada.

É, de fato, uma bomba atômica.

Taxi Driver

Taxi Driver” é um filme fora do comum, que sempre me deixa com sentimentos estranhos após seu final. Travis é um dos melhores personagens do cinema, e sua loucura nada mais é que o retrato de milhares de pessoas solitárias e doentias, que não precisam mais do que duas palavras para cometerem loucuras. Martin Scorsese passeia por uma Novas York imunda, coberta pela sujeira humana, reflexo total de sua infância no Queens.

Robert De Niro pra variar, incrível e memorável, e seu taxi, nada mais é que uma testemunha ocular de toda podridão humana. Um filme essencial pra qualquer fã de cinema.

Carrie

Se você (com toda razão), não gostou da Carrie de 2013, interpretada pela Chloë Moretz, está na hora de procurar no diretor e elenco certos uma boa adaptação da obra de Stephen King. Carrie é um filme muito interessante, colocando Sissy Spacek no papel de uma garota que, além de sofrer bullying na escola, tem na suacola Piper Laurie, vivendo uma mãe fanática religiosa. Um belo filme de horror dirigido por Brian de Palma.

Tanto Sissy Spacek quanto Piper Laurie foram indicadas ao Oscar pelo seus papéis.

Laranja Mecânica

Finalmente o gênio Stanley Kubrick em nosso guia! Infelizmente, o diretor tem apenas um filme no catálogo, mas, somente ele, vale pela metade de tudo que tem lá. “Laranja Mecânica” é, ao lado de “2001“, a obra máxima de um cara que não soube o que era fazer filme ruim enquanto vivo. Cultuado por muitos hipsters, entendido por poucos, “Laranja Mecânica” é um filme controverso, que explora até onde um ser humano pode ter sua essência alterada, e ser transformado em algo que não lhe é natural. Uma laranja mecânica.

Um clássico. Um outro nível de cinema. Uma obra que pode te influenciar a conhecer melhor um dos melhores, ou então melhor, diretor de todos os tempos. Vida longa a Kubrick!

Faltou algum clássico? Claro que sim!
Mas agora é com vocês deixarem ai nos comentários clássicos que mereçam estar aqui. Vai lá!

Compartilhar a experiência é o grande prazer dos cinemas!

11 de setembro de 2001: afinal, qual episódio de Dragon Ball foi interrompido?

Não, ele não lutava contra o Freeza

11 de setembro de 2014

Uma das maiores teorias da conspiração completa 13 anos hoje. Em 11 de setembro de 2001, o que aconteceu realmente com Dragon Ball Z? Esse próprio blogueiro que vos escreve, acreditou por muito tempo que, o episódio interrompido, foi na batalha contra Freeza. “Nooooossa Luide, você que se diz tão fã de animes não sabia da verdade?“. Não, sabe porque? Na época não foi meu desenho a ser interropido, mas sim meu horário de almoço no trampo UAHUAHUA… Eu tinha 12 anos trabalhava em uma auto peças, quando um cliente chegou GRITANDO que algo loco tinha acontecido nos EUA.

Enfim, o fato é que 13 anos depois muita gente tem dúvida de qual DEABO de episódio foi interrompido no dia. Na verdade, foi o de número 245 da saga Majin Boo, onde Goku quaaase se transformou em SSJ3. Quase, porque os atentados interromperam. PARECE que um cidadão tem em mãos o momento EXATO da interrupção, um registro histórico pra nós, fãs de DBZ. E fica a questão:

Real ou Fake?

UPDATE: o vídeo é fake

O que realmente estava passando na Globo no horário do atentado?

Tudo começou com uma brincadeira no twitter, mas os amigos do fórum resolveram levar a SÉRIO a investigação e tentar descobrir, afinal, o que estava passando no exato momento em que o Plantão da Globo entrou ao ar. Alguns links e informações foram postas na mesa:

Você tem alguma informação sobre esse dia? Deixe nos comentários!
Post será atualizado quando elas surgirem.

Zack Snyder diz: TOMA ESSA FOTO AQUI DO BATMÓVEL E NÃO ME ENCHE O SACO

Foto vazada aqui não feras

10 de setembro de 2014

Zack Snyder é um cara maneiro. Já tem algum tempo que o lazarento vem soltando imagens oficias de “Batman V  Superman” no twitter, sem essa coisa de revelar em Comic Con ou revistas do ramo. O cara é amigo da galera.

Ele já mostrou o visual do BÁTIMA através da rede social e mandou uma foto do Supinho. Não tá nem aí, é um cara das REDES SOCIAIS. E hoje, aproveitando o hype das fotos do Batmóvel que vazaram, ele foi lá e…

“Tá aqui essa bosta de Batmóvel, não enche mais o saco”

AH MANO QUE FODA PQP

Alguém sabe onde é o final da fila de “Batman V Superman“? Tô indo pra lá montar acampamento pra estréia…

Via twitter

As 4 coisas que marcaram “Street Fighter” em minha vida

O game nasceu comigo e está firme e forte até hoje =D

9 de setembro de 2014

Lá em 1987 (ano em que nasci, obrigado de nada) a Capcom resolveu traçar uma risca no chão, e dali pra frente a história dos arcades de lutas mudaria drasticamente. O precário, porém revolucionário “Street Fighter“, chegava ao mercado, e não levaria muito tempo dar ao Ryu o status de maior karateca de todos os tempos. Ao longo de 27 anos, o game se inovou e está presente em todas as mídias possíveis. Não quero bater o martelo (ainda temos MK), mas “Street Fighter” pode ser sim, considerado a maior e mais conhecida franquia de games de luta.

Durante minha infância, frequentei os mais diversos tipos de boteco em busca de fliperamas. ”Street Fighter II” sempre foi não só meu, mas o game favorito de toda molecada. Porém não foi apenas essa fantástica continuação que me fez sonhar com Ryu, mas sim, uma caralhada de coisas que tentarei listar aqui.

Street Fighter Alpha 2

Já fazia algum tempo que nenhuma novidade aparecia no Bar do Seu Zé, e a moçada estava se cansando de SFII, porém lá por 1995, chegou um fliperama novo, todo bonitão e com uma novidade: Street Fighter Alpha 2. Não bastou 2 fichas pra eu ficar completamente VICIADO no jogo, que estava recheado de personagens maneiros como Guy, Charlie, Birdie, Sodom, Adon e Rose.  Meu vício era tanto, que mesmo sem grana pra comprar ficha, eu ficava esperando alguém jogar só pra ficar do lado.

Foda quando era alguém que fumava e ficava aquela fumaça maldita. E só pra você se ligar como era punk a parada: OS FLIPERAMAS TINHAM CINZEIROS.

X-Men vs. Street Fighter

Não demorou muito e logo chegou o crossover que me fez pegar a grana do pão e trocar em fichas. PQP, “X-Men vs. Street Fighter” foi um soco na cara e não tinha como ficar longe desse jogo. Na época, o desenho dos X-Men passava em looping na Globo, e pra completar o vício, ainda tinha o anime de Street Fighter no SBT. AAH VÉI, COMO ERA FODA DAR OS ESPECIAIS, PQP!  Eu era muito apelão com a Tempestade, bastava ficar no cantinho soltando o furacão UAHUAHUAH…

Sem contar que esse crossover abriu as portas para o excelente “Marvel Vs Capcom” e trazia Apocalipse como chefão. Apelação puro com a FURADEIRA.

Street Fighter II Victory

DA RADUKI RYU

Mano… sériosamente, como eu AMAVA esse anime. Sério. Foi exibido no SBT por volta de 1996 e SÓ passava aos sábados, durante o “Sábado Animado“. Quantas manhãs frias e eu lá, esperando o Ryu aprender o HADOUKEN (demorou uma eternidade). O visual do desenho era foda, e a maneira como eles foram encaixando os personagens… ahhh meu deus, demais! Vega era meu favorito, principalmente por aquela cena que ele corta a língua de um touro e da pra Chun-Li. Outra cena inesquecível foi o Ryu aprendendo o HADOUKEN na praia, com aquela música de fundo. FODA!

Meu Ryu gigante

Quem me acompanha no twitter ou instagram, sabe que fiz uma aquisição maluca: comprei uma estátua na escala 1/3 do Ryu, que faz parte da edição de colecionador de Marvel Vs Capcom 3 e só foram feitas 500 no mundo todo. Eu queria, de certa forma, ter algo foda dessa série no meu escritório. Então resolvi chutar o balde e me presentear. Ele é lindo. Ele é demais. Ele é o RYU! A estátua é da LIMITED EDITION aqui de São Paulo, MAS que tem loja virtual (acessa ai e depois me conta).

E tudo isso é culpa do meu mano de bancada Pablo Peixoto, que mostrou a estátua no Qu4tro Coisas – Street Fighter.

Esqueci de alguma coisa?
Deixa ai nos comentários e tente responder a pergunta mais cruel de todas:

Street Fighter ou Mortal Kombat?

“Eden”, filme sobre o Daft Punk e a cena eletrônica francesa, ganha trailer

O filme mostra a ascensão do estilo através do DJ Sven Løve

8 de setembro de 2014

Os jovens Thomas Bangalter e Guy de Homem-Christo, o Daft Punk

Em meadas da década de 90 e início dos 2000, uma cena muito forte de música eletrônica nascia na França. E dela sairia o Daft Punk, com Thomas Bangalter e Guy de Homem-Christo, formando a dupla mais importante da e-music. E é um pouco dessa história que o filme “Eden“, filme exibido durante o Festival de Cinema de Toronto, irá contar. Além, claro, de outros nomes que surgiram na época, como Cassius e Air.

O roteiro trás o DJ Sven Løve como protagonista. A trilha sonora do filme conta com 40 músicas originais, sendo que muitas delas foram doadas, já que a compra dos direitos autorais é caríssima. Entre elas “Da Funk” e o clássico dos clássicos “One More Time“. Veja o trailer:

Eden” tem estréia prevista para 19 de novembro. Mas na França =/

Topo ^