Os grandes nomes das séries estão voltando para a TV

Alan Ball, Vince Gilligan, David Chase e Matthew Weiner estão de volta ao jogo

Luide
Luide
21 de novembro de 2016

Do meu ponto de vista, os anos 2015 e 2016 terão significado o apogeu criativo da televisão norte-americana. Depois que passarmos dessa etapa, notaremos um claro declínio” foram as palavras de John Landgraf, CEO do FX em julho desse ano. No comando do canal que deu vida a Sons Of Anarchy e Fargo, Landgraf se mostrava bastante pessimista com o atual padrão de qualidade da TV, afinal, o FX é um canal que se tornou o que é graças a esse padrão.

Tudo começou quando Shawn Ryan resolveu “imitar” a HBO e colocou The Shield no ar, a primeira série original de um canal que seria apenas uma versão pobre da FOX. Mais de 10 anos depois, o FX é um dos grandes produtores de conteúdo original, e fez parte desse início do que chamamos de Terceira Era de Ouro da Televisão. Foi nesse período entre 1999 e 2008 que as maiores obras em todos os tempos foram feitas.

Sopranos, The Wire, Six Feet Under, Mad Men e Breaking Bad foram as principais, e com a despedida de Don Draper em 2015, todos os grandes nomes que revolucionaram a maneira de se fazer série estavam com os pés pra cima, só observando a situação. Mas algumas notícias são bastante satisfatórias para os fãs dessas obras e em breve a maior parte dos criativos envolvidos nessas séries estarão de volta.

David Simon

Esse nunca parou de produzir. Depois The Wire, David Simon seguiu leal a HBO, sua casa, e colocou no ar outras três obras: Generation Kill (mini série), Treme (4 temporadas) e Show Me A Hero (mini série). Em comum com The Wire, todas as essas produções passaram batidas pelo grande público. David Simon definitivamente não é o escritor das massas, mesmo sabendo melhor do que ninguém representá-las em tela.

Seu próximo trabalho já tem nome: The Deuce que estreia em 2017, e terá George Pelecanos (velho amigo de The Wire) como co-criador. No elenco temos James Franco como protagonista de uma história que irá contar o início da indústria porno americana.

Alan Ball

Six Feet Under e True Blood. Essas são as séries de Alan Ball, também roteirista de Beleza Americana. Ele retorna para um projeto ainda sem nome a HBO, mas que aparentemente tem algumas similaridades com sua obra mais clássica. Segundo a EW, a série terá “um professor de filosofia, sua esposa advogada e seus três filhos adotivos da Somália, Vietnã e Colombia ao lado de seu único filho biológico“. Nada melhor que uma família em conflito.

Matthew Weiner

O criador de Mad Men mal saiu das agências de publicidade da década de 60, e irá embarcar em uma viagem ao redor do mundo contando histórias em uma série antológica para a Amazon. A produção de 70 milhões de dólares será dividida com a  The Weinstein Co. Serão 8 episódios, e a série ainda não tem nome, nem elenco e muito menos data.

Vince Gilligan


Criador de Breaking Bad aproveitou o sucesso de sua obra prima para lançar o primeiro spin-off menos de dois anos depois de Walter White nos dar adeus. Vince Gilligan e Peter Gould transforam Better Call Saul em outra jornada do anti-herói para a AMC, porém, é hora de Gilligan experimentar novos ares. Dessa vez na HBO.

Vince Gilligan será produtor executivo de Raven, série limitada baseada em fatos reais que irá contar a trágica história do Templo dos Povos, onde 918 pessoas cometeram suicídio em massa em 1978 na Guiania. A série ainda está em fase de pré-produção.

A HBO tem em mãos três nomes poderosos para os próximos anos. Será que estamos vendo um contra-ataque de qualidade contra o avanço dos serviços de streaming? Vince Gilligan, Alan Ball e David Simon dividindo a mesma casa. Quero ver a Netflix fazer melhor.

Agora é aguardar o tão sonhado retorno de David Chase, criador de Sopranos, pra televisão…

Posts Relacionados
  • 03/05/2017

  • Luide

O que levou a Netflix a se posicionar contra um comentário transfóbico no facebook

  • 28/04/2017

  • Luide

Por que ninguém assiste as séries boas da Netflix?

  • 27/04/2017

  • Luide

How I Met Your Mother e Sons of Anarchy vão sair da Netflix =/