A obra mais importante da Netflix

Uma série que realmente tem o poder de mudar sua vida.

Luide
Luide
12 de Janeiro de 2018

Você consegue se lembrar da última vez que viu um pé de tomate? Ou de simplesmente cozinhar sua própria comida, sem que isso se torne um evento, mas sim algo de sua rotina, como acordar e tomar banho? Agora, uma pergunta mais simples: nos últimos sete dias, quantas vezes você comeu fora ou mandou pro seu estômago algum produto processado que só bastou rasgar a embalagem? Esse distanciamento com o alimento e o ato de cozinhar pode parecer conversa boba, mas é mais preocupante do que você imagina.

Em 10 anos, o número de obesos no Brasil cresceu 60%, e o que pouca gente fala é que esse surto não é fruto do quanto a pessoa come, mas sim do que exatamente ela está comendo. É muito cômodo sentir fome e comer uma barra de chocolate ou fazer um miojo. É muito fácil pedir um fast food depois de um dia de trabalho ao invés de gastar 40 minutos no fogão preparando algo.

É por isso que Cooked, série documental da Netflix em 4 episódios, é a maior importante obra original do serviço de streaming. O motivo é simples: te lembrar que cozinhar nos torna humanos, e é mais simples e prático do que imaginamos.

Mas o grande segredo de Cooked não é fazer uma militância boba e discursiva (“óh, pare de se entupir de lasanha de microondas”). Não, o ponto alto de Cooked é justamente o de promover um debate sobre alimentação saudável, sem parecer aquela apresentadora natureba. Tá vendo esse molho de tomate industrializado? Você pode fazer um bem mais saboroso, só que sem esse tanto de conservantes. Além disso, a série explora a relação milenar do homem com o alimento, e como isso define culturas inteiras.

O que se come aqui é um reflexo de diversas variáveis culturais, que resultou nesse belíssimo prato de arroz com feijão na sua mesa. E na Índia também foi assim. E no Japão. No México. Na França. Em cada lugar do mundo, um simples prato de comida carrega milhares e milhares de histórias, valores e crenças. É algo que simplesmente não podemos perder porque temos preguiça de cozinhar, de descobrir receitas, de trocar esse afeto que somente uma boa refeição pode proporcionar.

Em uma época onde muito se fala de boa alimentação, mas pouco se come bem, Cooked simplifica as coisas. Cozinhe sua comida. Vá atrás de legumes, verduras, frutas. Saiba o que você está comendo. Antes de pensar em ter o corpo perfeito, pense no prato perfeito. Sem se reeducar corretamente, nada te fará bem. Nessa excelente reportagem do New York Times, temos uma das várias consequências da má alimentação e do vício em funk food, a comida ultra-processada do dia-a-dia. O projeto da grande indústria alimentícia em viciar paladares de populações mais pobres parece até conspiração de ficção científica de tão absurda.

Portanto, assistir a Cooked é mais do que simplesmente assistir uma palestrinha sobre comida. É resgatar em sua memória o poder daquilo que levamos a boca todo santo dia. Assista. É importante demais para ser ignorada.

Seja doador e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 19/12/2017

  • Luide

As 7 Melhores Séries de 2017

  • 18/12/2017

  • Luide

Fargo é o presente de Natal da Netflix para você. Aceite

  • 18/12/2017

  • Luide

Mr. Robot contra os 1% do topo dos 1%