Master Of None é Aziz Ansari. E Aziz Ansari é Master Of None

Master Of None é uma série de autor, e em seu stand-up, esse autor mostra quem é.

Luide
Luide
22 de novembro de 2017

Antes de voltar com a segunda temporada de Master Of None, Aziz Ansari (criador, ator e principal roteirista) fez exatamente a mesma coisa que seu personagem Dev: viajou até a Itália, estudou uma nova língua, e dedicou parte do seu tempo em aprender a culinária local. Nesse meio tempo, recebeu a visita do amigo -e também personagem na série- Eric Wareheim e tiveram algumas experiências. Essa viagem rendeu a Aziz dois episódios de Master Of None, provando de uma vez por todas, que antes de tudo, a série é praticamente uma autobiografia.

A simplicidade e naturalidade de como os temas são abordados e executados deixa Master Of None bastante palpável ao espectador, mas ainda assim, aquele mundo é uma materialização de como seu criador pensa e vive. Aziz Ansari: Live at Madison Square Garden, seu stand-up de 2015 disponível na Netflix, é praticamente um rascunho do roteiro da segunda temporada. Seu humor exagerado acompanhado de maneirismos, nos leva a enxergar o próprio Dev no palco. E muito disso está na forma como ambos (criador e criatura) concordam nas mesmíssimas coisas.

Na sua mira estão os relacionamentos, algo que é praticamente o sumo de Master Of None. Em seu monólogo, Aziz viaja pelos amores duradouros e também explora de forma bastante certeira como é o dia a dia de um solteiro do século XXI. Aliás, o rompimento entre adolescência e a vida adulta é sempre pontuado. Aos 34 anos, não é de se admirar que Aziz Ansari sofra das mesmas aflições que seus fãs. Definir o que é prioridade, se preparar para o futuro enquanto olha com um certo nostalgismo para o passado (que não está tão distante).

Mas o que torna esse stand-up uma espécie de spin-off de Master Of None é seu olhar cuidadoso para com preconceitos e minorias. Aziz é filho de imigrantes indianos e viu de perto a luta dos pais para vencer em terras americanas. Mas também se viu sozinho, sendo sempre representado como um estereótipo em todas mídias possíveis. Sua bagagem de vida é que transforma em humor e militância esse tipo de situação. Em Master Of None não faltam exemplos de como o racismo velado é tratado, com um episodio inteiro destinado a isso (Indians on TV, S01E04) .

É bom saber que a obra acompanha os ideais de seu criador, e é por isso que Master Of None é hoje a série mais original dentro da Netflix (dividindo o posto com Chef’s Table) e uma das melhores realizações de 2017, seja em comédia ou drama. Se Aziz Ansari se vê preocupado com aquilo que usa para fazer humor, isso se reflete em uma série recheada de temas importantes e necessários para nossa geração, mas trabalhados de forma leve e espontânea.

É simplesmente um cara cool que todo mundo queria ser amigo.

Seja doador e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 26/10/2017

  • Luide

A série que os “fãs de séries” não assistem

  • 25/10/2017

  • Luide

Primeiro zumbi a aparecer em The Walking Dead retornou na oitava temporada

  • 25/10/2017

  • Luide

Mindhunter não parece uma série da Netflix