Game Of Thrones se lembra do Norte

"High Sparrow" (S05E03) é um episódio sobre os Starks

Luide
Luide
28 de Abril de 2015
 

Foi 2012, as vésperas do retorno de Game Of Thrones, que eu ganhei um box de DVDs da primeira temporada. Lembro que na capa do box tinha o Ned Stark sentado no Trono de Ferro, empunhando sua amedrontadora Espada de Gelo. O que você pensa ao ver a imagem? “Poxa, o Sean Bean é protagonista dessa porra“. Ai lá no nono episódio… PÁ! O cara morre. “PQP!” foi a única coisa que saiu da minha boca. Naquele momento eu percebi que estava em Westeros e George R.R. Martin é um cara foda.

Acontece que Game Of Thrones não é uma série de protagonismo, é sobre uma história. E que se você tiver paciência, vai aos poucos entrando dentro dela. Só que algumas pessoas acabam caindo no conto dos Stark. E eu fui um deles. Garanto que você pensou que Robb, Sansa, Arya e Jon Snow eram os mocinhos, né? Bom, 5 temporadas depois não é possível que você ainda tá nessa.

Nem os Starks, nem os Lannisters, nem a Targaryen. Ninguém está acima do Trono de Ferro em Game Of Thrones. E os Starks, essa família que a gente tanto gosta e não sabe porque, tiveram um bom episódio dedicado aos seus sobreviventes.

Uma coisa legal de fazer é comparar o S01E01 com esse S05E03 e ver o quanto Jon, Arya e Sansa cresceram e mudaram durante esses anos. E mais uma vez nesse episódio o futuro vai se desenhando. Esses três personagens representam bem o que a gente gosta de ver em mocinhos: o garoto bastardo sofrido, a mocinha em perigo e a garotinha chuta bundas.

O grande destaque desse “High Sparrow” é Sansa, afinal, até agora estamos acostumados com a sofrência da garota. Mas quando ela responde aos cumprimentos de Roose Bolton, fica claro que ela não está ali pra ser uma serviçal novamente. E ao entrar no seu quarto e ouvir “O Norte se lembra” de uma criada, Sansa pode ser portar como a maior espada de vingança dos Starks, afinal, Jon Snow dificilmente irá abandonar seus irmãos de Muralha.

Aliás, pela primeira vez Jon Snow não baixou sua cabeça. Sua decisão de matar o desobediente patrulheiro lembra muito a Ned Stark lá no primeiro episódio da série. A honra está no sangue dos nordistas e mesmo Stannis tentando mostrar a Snow que isso é um defeito, ele se orgulha de parecer tanto com seu pai.

High Sparrow” também foi importante no processo de mudança para Arya. Ela precisou se livrar de tudo que fazia dela “Arya Stark” para começar de vez o treinamento, ou seja lá o que, com os Homens Sem Rosto. Com ela em Braavos e decidida a fazer parte dessa sociedade religiosa, e o honrado Jon Snow precisando comandar seus irmãos de muralha, sobra a Sansa, aquela que ninguém imaginava, a única esperança de vingar o Norte.

O Norte se lembra. E a gente não esquece.

Seja doador e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 27/05/2015

  • Luide

Que futuro Game Of Thrones reserva para suas Rainhas?

  • 19/05/2015

  • Luide

Game Of Thrones também tem lá seus problemas

  • 19/05/2015

  • Luide

E precisou George R.R. Martin vir a público explicar o ÓBVIO aos fãs revoltados…