Desculpa todo mundo, mas só a Marvel consegue fazer isso

O Universo Marvel nos Cinemas é gigante. E ninguém consegue fazer igual.

Luide
Luide
27 de novembro de 2017

Era abril de 2008 e quem ficou até o fim dos créditos de Homem de Ferro tomou um baita susto. Samuel L. Jackson dando às caras como Nick Fury e perguntando a Tony Stark se ele já havia ouvido falar da “Iniciativa Vingadores“. O fã saiu do cinema flutuando, apenas tentando processar o mar de informações que essa simples frase carregava. 10 anos se passaram e o Universo Marvel ultrapassou a barreira de 5 bilhões de dólares arrecadados, moldou a cultura pop e transformou um monte de personagem B, C, D de seu panteão em estrelas.

E enquanto se prepara para aquele que será seu maior evento da década, a Marvel vê os estúdios vizinhos lutando para conseguir criar sua própria franquia de sucesso. De carros robôs a monstros, o que não faltam são tentativas, com a maioria morrendo ainda no segundo ou terceiro filme (outros nem saem do papel). Esse ano Transformers e A Múmia foram exemplos de franquias que querem ter seu espaço no coração do fã que vive na expectativa pelo próximo, e sempre sorri quando vê aquela cena pós créditos. Até mesmo Kong vai dividir espaço com outros monstros gigantes nos próximos anos, e sair no pau com Godzilla. Tudo em prol do “universo compartilhado“.

Mas a dificuldade de interligar tudo e conseguir alguns milhões se faz presente até em grandes heróis dos quadrinhos. A Fox encontrou a glória com filmes que justamente desafiam essa lógica (Deadpool e Logan), mas ainda sofre para estabelecer seu universo dos X-Men. A Sony precisou “emprestar” sua maior estrela pra concorrência depois de perceber que não sabe mais o que fazer com o personagem. E a DC depois de ir aos céus com Mulher Maravilha, ligou novamente o alerta vermelho com Liga da Justiça que dificilmente fará uma bilheteria maior que US$ 800 milhões.

Todo mundo tentando. Todo mundo sofrendo. E a Marvel? Voando. E como se fosse uma piscadinha pra concorrência, na semana que Liga da Justiça caiu vertiginosamente nas arrecadações de bilheteria, o grandioso elenco de seu grandioso universo compartilhado, aparece em ensaio para a Vanity Fair. O recado foi dado, só não ouviu quem não quer:

“Desculpa todo mundo, mas só a gente consegue fazer isso aqui”








E que venha a próxima década de cenas pós-créditos e frases como “Mais um acerto Marvel“.

Seja doador e ajude o Amigos do Fórum a seguir crescendo!
Posts Relacionados
  • 15/11/2017

  • Luide

O Rotten Tomatoes transformou a ansiedade do nerd em negócios

  • 07/11/2017

  • Luide

A diferença entre ser engraçado e ser metido a engraçado

  • 23/10/2017

  • Luide

Um fracasso chamado Blade Runner 2049