A Netflix finalmente terá um oponente a altura

Amazon Prime Video anuncia expansão global para mais de 200 países

Luide
Luide
16 de novembro de 2016

Um grande equívoco cometido por muitos que analisam a ascensão da Netflix, é achar que o serviço de streaming veio pra concorrer com a HBO, AMC ou outros canais que produzem bons conteúdos originais. Talvez esse pensamento tenha surgido com House Of Cards, que fez o mundo voltar os olhos para a empresa. Mas o que a Netflix almeja é algo muito maior que vencer Emmy’s e ter o carinho da crítica. Ela quer o mundo, ser um novo paradigma de produção e principalmente, distribuição de conteúdo.

Ser aquilo que nenhum canal ou estúdio de cinema pode ser. Chegar aos mais diversos territórios, entender as necessidades de seus consumidores, produzir, melhorar, fazer ajustes. É pra ser de todo mundo. E isso reflete na séries, documentários e filmes originais. É graças a mentalidade de expansão que vemos a diversidade de temas. De drama político a super herói.

A Netflix vive há um bom tempo como única referência no assunto. A HBO até vem tentado fazer o mesmo, mas seu serviço de streaming ainda é bastante distante da realidade de alguns países. Aqui no Brasil, por exemplo, a promessa da chegada da HBO Go sem vínculo com TV a cabo por enquanto é apenas isso: uma promessa. Mas finalmente alguém resolveu “peitar” o império.

Nesse dia 16 de novembro, a Amazon anunciou sua expansão para mais de 200 países.

Transparent, a primeira série original Amazon

Amazon Prime Video é o nome da plataforma, que já possui algumas vantagens sobre a Netflix, como a opção offline, por exemplo. Sem contar os investimentos cada vez mais pesados em conteúdo original. Matthew Weiner, criador de Mad Men, assinou um contrato recentemente e está com uma verba de 70 milhões de dólares para a produção de sua nova série para a Amazon.

Essa expansão ainda não está totalmente explicada. O anúncio veio através de um vídeo publicado pelo pessoal do The Grand Tuor, uma série de carros. Ela será o primeiro produto do catálogo a ser disponibilizado mundialmente. Com isso, é provável que outros originais também sejam. Nos EUA, a assinatura mensal da Amazon Prime Video é US$ 1 mais barata que a da Netflix (8,99 contra 9,99).

Segundo o vídeo, tal expansão deverá acontecer até o fim de 2016. Agora é aguardar o duelo. Pra variar, os vencedores somos nós.

Posts Relacionados
  • 03/11/2016

  • Luide

Internet terrível do Brasil pode trazer versão offline da Netflix

  • 03/11/2016

  • Luide

The Walking Dead muda de horário e passa a ser exibido MEIA NOITE E MEIA de segunda na FOX

  • 31/10/2016

  • Luide

Amazon é a nova casa de Matthew Weiner, criador de Mad Men