“Transformers – A Era da Extinção”: os 30 anos da série em 30 curiosidades

30 anos depois, a franquia está mais viva do que nunca e retorna aos cinemas para o seu quarto ato

11 de julho de 2014

Transformers – A Era da Extinção” é o quarto filme da franquia que estréia no próximo dia 17 de julho. A direção continua nas mãos de Michael Bay. Na trama, cientistas encontram uma maneira de “clonar” os Transformers, enquanto isso, um caçador de “Primes” vem a Terra em busca de uma recompensa

1. Tudo começa no início da década de 80 com os chamados “Diaclone“, uma série de brinquedos transformers no Japão
2. Em 1983 a Hasbro vai até uma feira no Japão e resolve importar para os EUA os carros robôs. Nascem os Transformers
3. 1984 é criado o desenho animado para divulgar a nova linha de brinquedos Hasbro
4. Foram roteiristas da Marvel que criaram todo o conceito do universo Transformers. Como o fato deles serem alienígenas, por exemplo. Nasce então Optimus Prime
5. Parte da série foi produzida nos EUA e parte no Japão. Porém, a partir de 1987, ficou nas mãos apenas dos japoneses
6. Ao todo, foram produzidas cerca de 19 séries sobre Transformers no Japão. Média de 1 nova história por ano
7. Na história original, os Transformers eram uma inteligência artificial, escravos de uma raça chamada Quintessons
8. Como a Skynet, os Transformers se rebelaram a assim surge Cybertron
9. Já na história criada pelos roteiristas da Marvel, tudo começa com a explosão de um mega planeta destruidor chamado Unicron
10. As castas de Transformers são, basicamente, divididas em duas: Autobots são cientistas e Decepticons militares

Optimus Prime é o grande destaque dos Autobots. Ganhou uma nova armadura, mais “parruda” e agora empunha uma espada de respeito. Ao lado dele, Grimlock, líder dos Dinobots. Os dois terão de unir forças para lutar contra duas ameaças em “Transformers – A Era da Extinção

11. Em 1986 os Transformers desembarcam no Brasil através do “Xou da Xuxa”, na Rede Globo
12. Optimus Prime ficou conhecido no Brasil como Líder Optimus, título mantido através das dublagens
13. Em 1996 surge “Beast Wars“, série em animação 3D para divulgar uma nova linha de brinquedos
14. Em “Beast Wars“, Optimus Prime é um macaco e Megatron um Tiranossauro Rex
15. Em 1987 foi publicado um crossover entre dois dos maiores nomes de brinquedos dos anos 80: Transformers e Comandos em Ação
16. 2007 é o ano que os Transformers ganham seu primeiro filme live action, dirigido pelas mãos de Michael Bay. O filme foi indicado a 3 Oscars
17. O filme tem influência direta de obras passadas do diretor, como “Armageddon” e “Pearl Harbor
18. O exército americano cedeu veículos e aeronaves para as filmagens, em troca os soldados envolvidos receberam entrada free nos cinemas
19. A sequência “Transformers: A Vingança dos Derrotados” chega aos cinemas em 2009. Bay segue na direção e Steven Spielberg na produção. Filme arrecadou mais de 800 milhões de dólares
20. O ator John Turturro conseguiu uma autorização especial para escalar uma pirâmide nas filmagens

O núcleo humano: Mark Wahlberg, Nicola Peltz e Jack Reynor. No filme, Mark Wahlberg é Cade Yeager, um inventor que por acidente encontra um conhecido Transformer… Wahlberg já trabalhou com Michael Bay em 2013 e será o responsável por dar um novo tom na franquia. Ao invés de um adolescente no foco, o diretor deu preferência a um cientista brutucu. Bem mais útil em uma invasão alienígena…

21. O terceiro filme da então trilogia chegou aos cinemas em 2011. “Transformers – O Lado Oculto da Lua” é o primeiro sem a queridinha Megan Fox, mesmo assim arrecada 1,2 bilhões de dólares e é, atualmente, a sétima maior bilheteria dos cinemas
22. Ainda em 2011, rumores sobre uma nova trilogia começam. Em 2012 “Transformers 4” é oficilizado, assim também como o retorno do diretor Michael Bay
23. “Transformers – A Era da Extinção“: o nome foi oficializado em 2013, assim como a presença dos Dinobots
24. No Brasil, os Dinobots eram conhecidos como Robodinos, e seus nomes foram adaptados para nossa língua
25. Grimlock virou Grunhido, Sluge virou Chafurda, Slag virou Chapado, Snarl virou Rugidor e Swoop virou Pairador
26. Em menos de duas semanas, “Transformers – A Era da Extinção” já arrecadou mais de 500 milhões de dólares ao redor do mundo. É a melhor início de bilheteria do ano
27Mark Wahlberg é o novo protagonista do filme. Ele encarna o papel de um inventor que, por acidente, encontra um velho e conhecido caminhão
28Lockdown, o caçador de Primes, é o grande antagonista do filme. Ao lado dele, um velho conhecido irá surgir…
29. 2017: esse é o ano de lançamento do quinto filme da franquia
30. E esse é o trailer final de “Transformers – A Era da Extinção“:

Pra saber mais:
- site oficial
- fanpage oficial

Transformers – A Era da Extinção“: eu já vi. Fui convidado pelos amigos da Paramount para a pré-estréia que rolou dia 01/07. Bem, vamos lá, o que da pra adiantar antes da resenha do Amigos do Fórum que sai dia 17/07, data da estréia oficial: quando Michael Bay foi confirmado novamente na direção, já dava pra se ter uma ideia do que viria pela frente. O diretor não economiza nas cenas de ação e, devido a um trabalho minucioso de computação gráfica, as batalhas entre os robôs estão mais limpas e dinâmicas. O diretor deixou de apostar em cortes rápidos, deixando de lado aquela confusão.

A fotografia do filme é belíssima e junto a trilha sonora dão ao filme um quebra de ritmo, aquela pausa pra se respirar entre uma ação e outra. Os Dinobots estão imperdíveis. Lockdown, o grande antagonista, mete mai medo de que qualquer Megatron. Aliás, o filme aposta em outro vilão conhecido da franquia… Bem, dia 17 de julho vá ao cinema e depois volte aqui pra ler a RESENHA COMPLETA. Enquanto isso, a dica é acompanhar a hashtag #Transformers4 para as primeiras impressões da moçada =D

Emmy Awards 2014: saiu os indicados dos prêmios que “Breaking Bad” vai ganhar

25 de agosto acontece a 66ª edição do Emmy Awards

10 de julho de 2014

Pronto. Saiu a lista do “Emmy Awards“, o prêmio máximo da televisão americana que esse ano será uma espécie de tributo a 5ª temporada de “Breaking Bad”: vamos ganhar tudo. Ou pelo menos os principais.

Como vocês já devem saber, Academia de Televisão, Artes e Ciências escolhe um episódio em si da série para trabalhar os prêmios. Ou seja, se “Breaking Bad” concorre a, por exemplo, “Melhor Série Dramática“, certamente é pelo 14º episódio da 5ª temporada: “Ozymandias“.

Breakig BadOzymandias“: o episódio definitivo e absoluto da série é o responsável pelas indicações ao Emmy Awards

No topo de indicações está “Game Of Thrones“, com sua maravilhosa quarta temporada, mas como o próprio George R.R. Martin já antecipou ano passado, não da pra competir com Walter White. Dragões nunca serão tão legais quanto metanfetamina. Quer dizer… enfim. Ao todo são 19 indicações, seguida de “American Horror Story: Coven” com 17 e “Breaking Bad” com 16.

Bom, euforia a parte, Walter White e Jesse Pinkman tem outra dupla de peso pra enfrentar: Cohle e Marty de “True Detective“. A série da HBO foi a grande surpresa do ano, chutando bundas e explodindo cabeças em todas as partes. Roteiro, atuações, fotografia e direção impecáveis, é, pra mim, a única série que pode ofuscar a festa oficial de despedida de “Breaking Bad“.

O vencedor do Oscar de “Melhor Ator”, Matthew McConaughey e Woody Harrelson: ambos concorrem ao prêmio de “Melhor Ator em série dramática“. “True Detective” pode ser um dos grandes vencedores da noite

A briga será épica e vamos aos principais indicados:

Melhor Série Dramática

Breaking Bad
Downton Abbey
Game of Thrones
House of Cards
Mad Men
True Detective

Melhor Elenco

Breaking Bad
Game of Thrones
House of Cards
The Good Wife
True Detective

Melhor Diretor 

Tim Van Patten (Boardwalk Empire)
Vince Gilligan (Breaking Bad)
David Evans (Downton Abbey)
Neil Marshall (Game of Thrones)
Carls Franklin (House of Cards)
Cary Joji Fukunaga (True Detective)

Melhor Roteiro 

Breaking Bad, escrito por Moira Walley-Beckett
Breaking Bad, escrito por Vince Gilligan
Game of Thrones, escrito por David Benioff e D.B. Weiss
House of Cards, escrito por Beau Willimon
True Detective, escrito por Nic Pizzolatto

Melhor Atriz 

Michelle Dockery, por Downton Abbey
Claire Danes, por Homeland
Robin Wright, por House of Cards
Lizzy Caplan, por Masters of Sex
Kerry Washington, por Scandal
Julianna Margulies, por The Good Wife

Melhor Ator 

Bryan Craston, por Breaking Bad
Kevin Spacey, por House of Cards
Jon Hamm, por Mad Man
Jeff Daniels, por The Newsroom
Woody Harrelson, por True Detective
Matthew McConaughey, por True Detective

Melhor Atriz Coadjuvante 

Anna Gunn, por Breaking Bad
Maggie Smith, por Downton Abbey
Joanne Froggatt, por Downton Abbey
Lena Headey, por Game of Thrones
Christina Hendricks, por Mad Man
Christine Baranski, por The Good Wife

Melhor Ator Coadjuvante

Aaron Paul, por Breakin Bad
Jim Carter, por Downton Abbey
Peter Dinklage, por Game of Thrones
Mandy Patinkin, por Homeland
Jon Voight, por Ray Donovan
Josh Charles, por The Good Wife

Tá bonito. Tá legal. Tá disputado.
A 66ª edição do Emmy Awards acontece em 25 de agosto, com apresentação de Seth Meyers (SNL, Late Night).

Christian Bale é Moisés no primeiro trailer de “Exodus: Gods and Kings”

Hollywood apostando em recontar históricas bíblicas

9 de julho de 2014

Parece que a moda pegou.
Depois de Noé ter sua história recontada nos cinemas em “Noah“, é a vez de outro grande personagem bíblico virar um blockbuster. Christian Bale vive Moisés, o grande libertador do povo hebreu, que os conduziu rumo a terra prometida por deus.

O filme tem a direção de ninguém menos que Ridley Scott (“Gladiador”, “Blade Runner” e “Alien”). Além de Bale, o elenco conta com Joel Edgerton, Ben Kingsley e Aaron Paul. Confere ai o primeiro trailer:

Foda.
Sériosamente, eu acho maneiro essa visão menos bíblica da coisa. “Noah” é um dos meus filmes favoritos de 2014, adorei a visão do Aronofsky pro conto. Agora é a vez de Ridley Scott caprichar. Outra coisa é colocar esses personagens como mocinhos BADASS. Depois do Gladidor viver Noé, é a vez do Batman viver Moisés.

Mano, mal posso esperar pra ver quem será Jesus!!!

Caiu uma lágrima: eis o primeiro Velociraptor a dar as caras em “Jurassic World”

AHHHH CARA QUE SAUDADES DESSE MUNDO :~

8 de julho de 2014

É só uma foto.
É apenas uma simples foto.
Mostra apenas o focinho de um dos maiores ícones da minha infância.
Caiu uma lágrima aqui…

Divulgado via twitter, essa é a primeira imagem oficial do animatrônico de um Velociraptor em “Jurassic World“:

porra, Luide! Você tá feliz com um animatrônico?” – sim, estou. Assim como fiquei feliz em saber que Star Wars VII terá cenário real, ao invés de um fundo verde. A parada dos animatrônicos é que o diretor Steven Spielberg não satisfeitos com os efeitos visuais do filme lá em 1993, decidiu partir pra eles. O resultado você conhece muito bem: os mais reais dinossauros do cinema.

Confesso que MORRO de medo de cagarem em cima de solo sagrado, mas não da pra negar o sorriso no rosto em saber que não teremos humanos usando aquelas roupas de efeitos especiais para serem Raptores

Assistir a filmes e séries o dia todo e ainda ganhar por isso: no NetFlix existe esse emprego

Parece que o emprego dos sonhos de todo amigo do fórum existe

8 de julho de 2014

Obviamente se você acessa diariamente esse blog, possui uma leva inclinação a ser um viciado em séries ou filmes. Ou os ambos. Os dois principais assuntos desse blog são as minhas duas maiores paixões no que chamamos de “cultura pop“. Pegar uma cerveja, sentar no sofá em um domingão e fazer aqueeeela maratona de alguma série é um prazer que o dinheiro não pode comprar… Bem, pode não comprar, mas pode PAGAR por isso.

Como você pode perceber sempre que assiste um filme, série, desenho ou qualquer coisa no NetFlix, outras obras relacionadas aparecem como dicas do que ver na sequência. Ou então quando você vai até alguma aba pesquisar filmes sobre “ficção científica” ou “filmes aclamados pela crítica” etc, já se perguntou quem defini o gênero de cada conteúdo? Pois bem, é pra isso que existem os “taggers“.

Novo objetivo de vida: deixar a vida de blogueiro e virar um “tagger

Taggers” são pessoas responsáveis por assistir todo o conteúdo disponível no NetFlix e definir que gênero ou tipo eles são. A equipe é formada por profissionais de cinema, estudantes ou pessoas com experiências no ramo, que já trabalharam pra TV, sites ou jornais. Ao todo existem 40 “taggers” que, após ver um episódio de “Breaking Bad“, por exemplo, precisam descrever a série usando até 1000 palavras.

As vagas estão disponíveis para Inglaterra e Irlanda e tem horários flexíveis e oferece home office. Sim, você pode fazer uma maratona de “House Of Cards” ai no seu sofá, escrever 1000 palavras que definam a série e boa. Só esperar cair o salário. Lembra daquele teste pra saber quantas horas você ganhou vendo série? Pois é, agora refaça e imagina na caralhada de grana que você poderia ter ganho com isso…

A versão anime dos países da Copa do Mundo: tudo fica melhor na ótica japonesa

Agora por favor, LUTEM!

7 de julho de 2014

Nesse post aqui eu falei de como a Noruega se tornou meu time favorito em 1994. O desenho do mascote em figurinha, representando um viking, me deixou apaixonado pelo time. Eu sempre achei maneiro essa parada de representar um país através de uma única ilustração, que simbolize toda a cultura.

Junte cada detalhe de um país a arte japonesa dos animes e BOOM! Temos a melhor representação da Copa do Mundo. Na moral? Quero um anime disso, de verdade!

Grupo A:

Grupo B:

Grupo C:

Grupo D:

Grupo E:

Grupo F:

Grupo G:

Grupo H:

S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L.!

Via

Topo ^