A nudez mais importante de “Game Of Thrones” será mesmo gravada

Lena Headey irá protagonizar uma das cenas mais fortes da série

3 de setembro de 2014

[esse post contém spoilers sobre "As Crônicas de Gelo e Fogo"]

As gravações da quinta temporada de “Game Of Thrones” já estão a todo vapor . Porém, recentemente, uma notícia que diz respeito a uma das passagens mais icônicas da obra de George R.R. Martin, deixou fãs preocupados. Trate-se da cena onde Cersei Lannister tem sua cabeça raspada e é obrigada a caminhar nua até a Fortaleza Vermelha. Sem dúvidas, a nudez mais importante do livro.

Cersei Lannister é, de longe, a melhor personagem feminina da série.

Porém, a produção da HBO foi proibida de fazer tais filmagens na cidade de Dubrovnik, Croácia. Segundo o TMZ, a igreja local proibiu que uma mulher nua caminhasse em solo abençoado. Até onde se sabe, a tal cena também seria gravada dentro de uma igreja, ou seja, os caras apostaram alto e se decepcionaram.

Mas novas fontes confirmam que a cena será gravada, desde que Cersei Lannister não coloque seus pés descalços em solo de adoração. A notícia é um raio de luz na vida de fãs dos livros, que já reclamam da quinta temporada antes mesmo dela começar. O motivo? Lady Coração de Pedra está fora de cogitação. Michelle Fairley, a atriz que interpretou Catlyn Stark, revelou a revista EW que sua personagem está morta. Mortinha. E não irá retornar.

O fato é que essa cena com Cersei promete ser um dos pontos altos dessa temporada, já que existe todo um contexto por trás, que certamente irá alegrar os corações em busca de vingança. Ou justiça. Amigos do fórum, não sei o sentimento de vocês, mas AO MEU VER, Cersei Lannister é, de longe, a melhor personagem feminina da série. Torcendo muito pra essa temporada ser dela =)

 

5 melhorias e avanços que a tecnologia de DRONES possibilitou

Criado para uso militar, os drones foram além e já trazem benefícios em todo planeta

2 de setembro de 2014

Dia desses estava de boa, tranquilo no meu escritório, quando um pequeno drone se aproxima da minha janela. Era parte da frota #cupdrones, que deixou o meu almoço e foi embora. O tempo passou e eu sofri calado. Pensando um pouco nessa maravilhosa tecnologia, fui atrás das inovações que o uso de o “Veículo Aéreo Não Tripulado“, ou simplesmente drone (zangão em inglês), trouxe para a humanidade. E, em breve, no nosso dia a dia. MAS ANTES disso…

Tá afim de ganhar um drone?

O uso de drones vai muito além. Aqui em São Paulo já existem encontros de usuários, onde a moçada passa o dia se divertindo. Já imaginou você com seu próprio drone? Ou um #cupdrone? Então, é o seguinte: a Cup Noodles escondeu 10 pelo mapa do Brasil, e quem encontrar, pode ganhar, além de um drone, uma viagem para o Havaí. MALANDRO, imagina você brincando de pegar água de coco em uma praia com seu drone?

Então corre lá no site do CupDrones e faça seu cadastro. E claro, ache seu drone. E agora que você sabe que pode ter um, se liga em algumas utilidades maneiras pra se dar a ele:

Entregas em casa

A Amazon há algum tempo começou a testar o uso de drones para realizar entregas de pedidos. Em menos de 24hrs, você recebe na porta da sua casa suas compras. Maneiro né? Mas não apenas a gigante do comércio eletrônico estuda a possibilidade, outras lojas estão em busca da lojística perfeita para o uso de drones para entregas. Tchau, carteiro!

Transmissão de imagens ao vivo

Me da ibagens comandante Hamilton!“. Essa frase pode estar com os dias contados. O uso de helicópteros e as famosas “motolinks” podem cair em desuso mais rápido do que você imagina. Canais de tvs já estudam a possibiidade, e alguns programas aqui no Brasil já usam drones para gerar imagens para suas matérias. A vantagem? Custo baixíssimo e mais agilidade.

A luta contra o desmatamento

Volta e meia, imagens de satélites denunciam o avanço do desmatamento na floresta amazônica. Porém esse tipo de denúncia já está acontecendo em tempo real, ou seja, autoridades responsáveis podem agir com mais agilidade. Aqui no Brasil, alguns municípios já fazem uso de drones para monitoramento de áreas preservadas. A cidade de Altamira no Pará é um dos exemplos.

Levar internet para lugares isolados

O Google possui um projeto chamado Loon, que tem como objetivo levar conexão de internet para lugares isolados do planeta. Nada mais justo para o gigante das buscas. E para auxiliar nesse trabalho difícil, o Google comprou em 2014 Titan Aerospace, empresa que desenvolve drones que podem voar por até 5 anos sem aterrizar. Com isso, o Google pode criar pontos específicos para distribuição de internet.

Proteção aos animais

Na África, várias ongs e projetos já utilizam drones na guerra contra caçadores ilegais. A Peta desenvolveu um especial para comunidades locais ajudarem na procura. Outra ong, a Ol Pejeta, atua no Quênia contra a matança de rinocerontes e claro, os drones são fortes aliados no monitoramento de manadas. Pra fechar, na Namíbia, o WWF utiliza drones há algum tempo para vigiar elefantes.

>>> CONHEÇA O #CUPDRONES

01/09/1994: há 20 anos atrás, Os Cavaleiros do Zodíaco estreava no Brasil

ME DE SUA FORÇA PÉGASOS!

1 de setembro de 2014

Você lembra onde estava no dia 01 de setembro de 1994?

Provavelmente não, mas eu e uma cambada de moleques estavamos na frente da tv, esperando o lançamento da nova atração da TV Manchete. Ninguém imaginou que o que viria a seguir, seria o anime mais importante da história, que alavancou o fenômeno japonês no país, e até hoje é referência. Estreava “Os Cavaleiros do Zodíaco” e a força do cosmos, explodia pela primeira vez no Brasil!

A primeira abertura exibida no Brasil

Rejeitado por emissoras como a Globo, que um ano depois exibiria a canção tema no programa da Xuxa, “Cavaleiros do Zodíaco” era algo totalmente novo. O sangue e a violência quase impediram a exibição em tv aberta do anime, mas assim como o poder de Shaka, nada poderia frear esse fenômeno.

O sucesso foi tamanho que o anime era exibido em horário nobre. Enquanto minha mãe queria descobrir  o vilão de “A Próxima Vítima“, eu não deixava ninguém mudar de canal. Afinal, a luta final contra o Mestre Ares estava próxima! Na época, CDZ chegou a cravar 15 pontos no ibope e vender mais de 1 milhão de bonecos apenas no Dia das Crianças. Seiya e os outros mudaram pra sempre o cenário de animes no Brasil, que viu de vez sucessos como Dragon Ball, Yu Yu Hakusho, Samurai Warriors, Pokémon e etc explodirem um atrás do outro.

Sofremos com as reprises infinitas. A Manchete não conseguiu logo de cara todos os 114 episódios. No começo, apenas a Saga do Santuário foi exibida. “Asgard” e “Poseidon” vieram mais depois, mas já era tarde. O estrago já estava feito, e eu e milhões de brasileirinhos sonhavamos diariamente com nossas armaduras. Sem contar os clássicos bonecos da BANDAI, cuja a propaganda era exibida a exaustão durante os intervalos. Era pra destruir qualquer alma de criança pobre.

Mesmo custando o olho da cara, eu ainda consegui ganhar da minha mãe o Shaka de Virgem. Até hoje tenho o boneco, mas sem a armadura que já se foi há anos

20 anos depois, “Cavaleiros do Zodíaco” estão de volta e a chance de conseguir um novo público é enorme. O filme “A Lenda do Santuário” trás de volta nosso destemidos cavaleiros, repaginados e prontos pra defender Atena. Fiz uma análise das 11 novas armaduras de ouro. Também não esqueça que os episódios clássicos e filmes estão sendo exibidos no cinema aqui em São Paulo.

Seiya, Shiryu, Ikki, Hyoga e Shun: nunca deixem de lutar. Nunca deixem o amor e a justiça de lado. Nunca deixem de ser cavaleiros. Meus filhos e netos certamente irão conhecer a história de vocês.

Obrigado por me fazer sonhar!

E por falar em “Hércules”: quem lembra da série dos anos 90?

Um dos trabalhos de Dwayne Johnson como Hércules é ser tão incrível quanto Kevin Sorbo

1 de setembro de 2014

Dia 04 de setembro, quinta feira agora, “#Hércules” chega aos cinema. O lendário herói ganha forças novamente na cultura pop, tudo graças a Dwayne Johnson, nosso querido The Rock. Dias atrás, falei um pouco sobre a dedicação do ator para o papel, e como o diretor Brett Ratner vem trabalhando para transformar o longa em um épico.

Mas o fato é que lá na década de 90, bem antes dos efeitos especiais excelentes (como nessa versão de 2014), uma série de TV nos fez sonhar durante um bom tempo com todo esse universo fantástico de Hércules. Estreava em 1995 “Hércules: A Lendária Jornada” com o inesquecível Kevin Sorbo no papel do herói.

Hércules e seu sidekick Lolaus

Não importa sua idade, certamente você tem alguma referência do filho de Zeus na cultura pop. Seja no filme de 1983 estrelado por Lou Ferrigno, nos quadrinhos da Marvel ou na animação da Disney. Porém se você foi criança ou adolescente na década de 90, a primeira imagem que vem em sua mente ao ouvir a palavra HÉRCULES é a história série de TV, exibida no Brasil pelo SBT aos domingos e mais recentemente, comprada pela Record.

Hércules: A Lendária Jornada” teve 6 temporadas com um total de 111 episódios. Durante um bom tempo, nossas manhãs de domingo foram mágicas. Imagine você, com 7 anos, ligando sua TV e se deparando com um gigante sendo derrubado? Ou uma serpente engolindo Hércules? Eu simplesmente VIBRAVA e acordava a casa toda. Algumas coisas são inesquecíveis nessa série, que vai desde a excelente música tema até os figurinos. E quem não se borrava todo com isso aqui:

Esse olhar…
A musiquinha que tocava sempre que ele aparecia…

Meu Deus. Que Medo. Durante um bom tempo, Hera foi o sinônimo absoluto de maldade. Meu sonho durante os 111 episódios era ver o Hércules dando porrada nessa lazarenta. Vilã boa é assim: não precisa dar as caras pra meter medo. A série era recheada de bons momentos e  em relação aos efeitos visuais e especiais nitidamente avançada pra época. A excelente montagem naquela batalha contra o gigante é um exemplo. Em 1995 isso foi INCRIVELMENTE ÉPICO!

Hércules” fez tanto sucesso que outra série surgiu como um spin-off, e acabou se tornando ainda maior: “Xena – A Princesa Guerreira” até hoje é uma das séries de TV mais distribuídas no mundo. A atriz Lucy Lawless foi quem encarou o papel e imortalizou a personagem em nossas mentes.

<3

A série de TV tinha um tom bem humorado e aventureiro, Hércules era um herói pra criançada. E foi. Kevin Sorbo sempre foi, e sempre será Hércules. MAS, Dwayne Johnson tem boas chances de ser um Hércules parrudo e que transpira testosterona. #Hércules chega aos cinemas nessa QUINTA FEIRA, dia 09. E volte aqui para ler nossa RESENHA, ok? Que Zeus nos abençoe!

O que eu sinto assistindo “Sons Of Anarchy”

Uma série que destrói qualquer alma

1 de setembro de 2014


Sons Of Anarchy é de longe a série mais indicada por vocês, amigos do fórum. Sim, me encheram o saco com isso por mais de um ano, sempre que eu postava algo relacionado a “Breaking Bad“, por exemplo, aparecia um ou outro pra falar “ai nossa é porque você não viu SoA ainda“. Mas é isso, o tempo foi passando, eu fui sofrendo calado, até que no início de julho, o NetFlix trouxe as 4 primeiras temporadas. Agora não tinha mais desculpa, eu precisava assistir Sons Of Anarchy.

Cerveja na mão, controle em outra. É hora de começar a maratona. E hoje, após assistir por completo 5 das 6 temporadas, acho que estou preparado pra falar um pouco não da série, mas sim do que sinto assistindo a toda essa loucura em Charming.

Opie, um símbolo do sofrimento que é SoA

De fato, o começo de SoA é bem lento e entediante, porém, bastam alguns episódios para você começar a sentir que “algo está acontecendo”. Na verdade não está, é você se familiarizando com um dos melhores elencos que já vi em séries, em uma sintonia tão perfeita que a primeira temporada não está nem na metade, e você já se sente parte da SAMCRO. É incrível como conseguem desenvolver tão bem tantos personagens, sejam eles parte do grupo, policiais ou vilões. Se você considera “Game Of Thrones” incrível pelo vasto elenco, espere só até conhecer SoA

O fato é que essa ligação emocional que desenvolvi ao longo de cinco temporadas (somente Breaking Bad me despertou algo tão forte) tem seu preço. O roteiro da série da sustos atrás de sustos, e não se prende em clichês do “o último episódio será bombástico“. Na maioria das vezes, SoA engatilha uma sequência de 3 ou 4 episódios sufocantes, que te abalam de verdade. Em alguns (S05E01) você nem pisca.

É claro que nem tudo são flores, passei por uma TERCEIRA temporada totalmente entediante e previsível. Mas temporadas como a SEGUNDA, QUARTA e QUINTA servem pra tirar qualquer gosto ruim da boca. Essa pegada de família. Amigos. Grupo. Honra. É muito bem trabalhada. Tão trabalhada que você sente de verdade uma traição, e principalmente, uma morte. Em algumas eu quase desabei (S05E03). Em outras eu senti ódio de verdade. E pra falar a verdade, em alguns momentos de vingança eu senti uma certa realização pessoal.

Sons Of Anarchy não é uma série sobre motoqueiros badass que se envolvem em altas confusões. É sobre amizade, limites, ambições. Mexe com seu emocional, te afeta de verdade, e de quebra, te entrega um belo espetáculo. É divertida, engraçada, e sinceramente, apesar daquelas coisas que acontecem em todos os episódios, nunca deixa de surpreender. Dia 09 de setembro a SÉTIMA e ÚLTIMA temporada vem ai. Se vai difícil dar adeus a essa galera que conheci há pouco mais de dois meses, nem consigo imaginar como será pra vocês, velhos conhecidos…

Vida longa a SAMCRO!

Expectativas para Hércules, DC não quer piadas de Breaking Bad lacrando

Videocast Amigos do Fórum #05

29 de agosto de 2014

Olá amigos do fórum.

“#Hércules” com Dwayne Johnson (não é mais The Rock ok?) chega aos cinemas dia 04 de setembro, e ai? O que esperar? Tá com cara de épico? Hércules do mundo real? Por falar em mundo real, a DC tá cada vez mais parecida com a gente: não gosta de sorrir. A ordem dentro da Warner é pra evitar piadas em seus filmes. E pra fechar, tem Breaking Bad lacrando tudo no Emmy Awards 2014.

Expectativas para Hércules, DC não quer piadas de Breaking Bad lacrando

Links comentados:

Topo ^